Topo

Esclarecimentos para dúvidas comuns a respeito da prótese peniana

Comente

A disfunção erétil ocorre quando o homem demonstra dificuldade em conseguir manter o pênis ereto ou rígido o suficiente para que ocorra uma penetração vaginal ou anal. Esse tipo de problema atinge tanto o psicológico quanto o prazer masculino, o que naturalmente reflete na vida íntima do casal.

Apesar de,  em muitos dos casos de disfunção erétil,  existir a possibilidade de resolução com medicamentos, há casos mais graves em que a cirurgia para inclusão de uma prótese peniana pode ser uma opção definitiva, sendo ela indicada normalmente aos casos que não são de ordem psicológica ou que não tenham sido revertidos com a medicação.

De acordo com especialistas, as próteses penianas estão entre as melhores alternativas para quem deseja resolver o problema de ereção. Vale ressaltar, no entanto, que o tema ainda é pouco difundido, pelo que costuma gerar muitas dúvidas entre homens e mulheres.

Sabendo disso, portanto, decidimos apresentar a seguir uma lista que esclarece algumas das dúvidas mais comuns a esse respeito. Confira!

Respostas para dúvidas comuns relacionadas à prótese peniana

Prótese peniana

Ela pode aumentar o tamanho do pênis?

Não. Especialistas afirmam que é impossível aumentar o tamanho do pênis com a prótese peniana. As próteses são indicadas apenas para o tratamento de disfunção erétil irreversível, de modo que o paciente se torna apto a ter novamente uma vida sexual ativa.

Depois da cirurgia o pênis vai ficar sempre ereto?

Em se tratando de cirurgia para a ereção do pênis, existem dois tipos de próteses penianas. Em uma delas o pênis fica sempre rígido, sendo que o paciente tem a opção de colocá-la em diferentes posições.

O outro tipo de prótese peniana é o que usa material inflável, que pode reproduzir uma ereção natural imitando o fluxo sanguíneo. Ela funciona com uma espécie de bombinha, que ajuda a encher e esvaziar a prótese.

Leia também:

Dá pra saber quando um homem tem prótese peniana?

A prótese inflável é imperceptível, pois ela só enche e esvazia de acordo com a vontade do paciente. Já a prótese rígida, mesmo sendo possível dobrá-la, ela ainda pode aparecer, uma vez que o homem fica com o pênis ereto constantemente.

Um homem com prótese pênis ejacula?

A prótese peniana apenas altera a ereção do paciente, ou seja, ela não altera nenhuma outra atividade sexual do pacient. Isso significa que sim, ele pode ejacular normalmente.

Quem tem prótese peniana sente orgasmo?

Da mesma forma que ocorre de forma natural a ejaculação, o orgasmo masculino também tende a ocorrer normalmente, como se não tivesse usando a prótese.

Quem tem prótese de pênis pode ser pai?

A cirurgia realizada para colocar a prótese peniana não altera em nada a região dos testículos, que é o local onde são produzidos os espermatozóides. Por essa razão, nada também é alterado em relação à fertilidade masculina, sendo, portanto, possível ter filho mesmo usando prótese peniana.

Eu corro o risco de inflar a prótese acidentalmente e me colocar em uma situação embaraçosa?

De modo geral, não. A prótese inflável só pode ser acionada pelo paciente por meio de uma bombinha, que fica localizada no escroto, por essa razão o risco de um incidente do tipo acontecer é mínimo.

A prótese tem que ser trocada de tempos em tempos

A troca da prótese acontece apenas em casos raros e isolados, quando por alguma razão a prótese se quebra ou apresenta alguma falha mecânica.

A cirurgia é perigosa? E o tempo de recuperação, é longo?

O procedimento cirúrgico para colocação da prótese peniana é bem simples, podendo ter duração média de 45 minutos a 1 hora e meia, podendo ser realizada com anestesia local ou geral.

O prazo para a recuperação da cirurgia pode variar entre quatro a cinco semanas, mas os médicos recomendam aguardar entre quatro a oito semanas para ter a primeira relação sexual com a prótese.

O organismo pode rejeitar a prótese

As chances de rejeição da prótese peniana são mínimas, como em qualquer outro tipo de implante de próteses. No caso de prótese penianas, por exemplo, apenas cerca de 3% dos pacientes sofrem com uma eventual infecção.

Vale ressaltar que antes de adotar qualquer tipo de procedimento do gênero é importante conversar com calma com o doutor e esclarecer todas as dúvidas para que ele possa orientar da melhor maneira possível o paciente visando o bem estar e o sucesso da operação como um todo.




Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: