Topo

Dicas simples e práticas para identificar alimentos estragados na cozinha

Comente

Na hora de fazer compras no supermercado o ideal é ir com tempo suficiente para olhar com calma a data de validade dos alimentos, isso ajuda evitar desperdícios com produtos vencidos antes do prazo esperado.

No caso dos produtos industrializados, as embalagens tendem a apresentar a data de validade do item e incluir o prazo de consumo para o mesmo depois que a embalagem é aberta.

Apesar disso, porém, há sempre uma dúvida quando a questão diz respeito aos alimentos naturais: o que fazer para evitar a ingestão de itens estragados e prevenir assim uma eventual intoxicação alimentar?

Sabendo que a resposta a essa pergunta não costuma ser simples, decidimos apresentar a seguir uma lista de dicas que podem ajudar você a identificar os alimentos que já não são mais adequados ao consumo. Veja!

Como saber se os alimentos estão estragados

Como saber se os alimentos estão estragados

Frutas

Na hora de comprar as frutas não é possível determinar exatamente o estágio de amadurecimento das mesmas. Isso significa que não dá pra saber ao certo o prazo de validade de cada uma.

Diante disso, é importante que você conheça bem o aspecto normal das frutas que compra, o que inclui seu cheiro, sabor e cor, dessa forma é mais fácil detectar qualquer anormalidade. Outra dica é observa se a fruta não está amassada, manchada ou batida.

Características de frutas estragadas

  • Uvas e cerejas – quando estraga costuma ficar com a casca amassada ou descamada.
  • Morangos – quando estragados mudam a coloração e a textura, ficando moles e com partes com aspecto de penugem.
  • Mamão – quando estragado fica com uma textura mole, além de sabor e odor fermentado.

Legumes e verduras

Assim como as frutas, os legumes devem ser analisados caso a caso. A dica é prestar atenção na coloração, odor e sabor, pois quando estragados eles também costumam apresentar manchas cinza, verdes ou brancas, ficando também textura mole ou macia.

Por outro lado, as verduras quando estragadas ficam amareladas ou com marcas escuras e marrons. Além disso, quando elas apresentam regiões mais moles e escuras significa que podem ter sofrido alguma transformação causada por enzimas ou contaminação de fungos e bactérias.

Leia também:

Pães

Ao comprar pão é importante ter em mente que a validade do alimento é curta. No caso do pão francês, por exemplo, quando ele perde a coloração da casca é sinal que já está vencido. Desde que tenha sido feito há poucos dias, mesmo depois de vencido ele pode ser consumido como torrada ou transformado em farinha de rosca.

Apesar de tudo, é importante prestar atenção para ver se não há sinal de bolor, pois nesse caso ele está de fato totalmente impróprio para o consumo. Os bolores são pequenos pontos verdes ou cinzas que possuem textura aveludada.

Grãos e leguminosos

Os grãos e leguminosos, quando estão em bom estado, não devem contar com a presença de insetos como carunchos e gorgulhos. A questão é que quando eles estragam e esse tipo de bichinho passa por despercebido ainda é possível notar o vencimento na coloração, odor e sabor, seja após ou durante o preparo.

No caso do feijão, por exemplo, quando vencido ele pode ficar esverdeado ou esbranquiçado. Vale dizer, contudo, que alguns temperos podem acabar por mascarar o sabor de estragado. Por isso, passado algum tempo depois da aquisição do alimento é sempre importante prestar atenção pra ver se não houve alteração nas características do mesmo.

Massas

Quando cru, o macarrão possui um prazo longo de validade, já no caso de tortas, mesmo quando ainda estão cruas elas demandam certo cuidado. No caso elas devem ser armazenadas em refrigerador, uma vez que o recheio costuma ser úmido e isso pode aumentar o risco de contaminação.

Carnes e peixes

De modo geral as carnes são perecíveis, já que são facilmente susceptíveis à contaminação de microrganismos. Por isso é importante ficar sempre de olho nas características do alimento para saber se ele não estragou. A seguir você confere os sinais de que uma carne já está imprópria para consumo.

  • Carne de boi e porco – quando estragada costuma ter coloração acinzentada e manchas esverdeadas. Esse tipo de carne também pode ter odores fortes e textura viscosa.
  • Carne de frango – quando estragada costuma ter um odor azedo, que lembra muito o odor de amoníaco, com textura viscosa e descoloração.
  • Carne de peixe – quando estraga fica com um odor muito forte, que lembra cheiro de amônia, e além disso fica com uma coloração amarronzada, acinzentada ou amarelada.

Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: