Topo

5 variações do Molho Pesto pra você experimentar em suas receitas

Comente

O famoso Molho Pesto, costuma levar em seu preparo ingredientes como queijo parmesão, pinoli, manjericão e azeite. Trata-se de um preparo que surgiu originalmente na Itália, mais precisamente na região de Gênova na Itália, sendo uma ótima combinação com o macarrão.

Agora, em se tratando de culinária, a maioria das receitas são passivas de variações, concorda? E com o Molho Pesto não é diferente. Pra quem gosta de um bom molho acompanhando os pratos, a lista de opções pode ir do preparo clássico até um mais incrementado, com ervas e outros ingredientes. A seguir você confere detalhes sobre 5 sugestões interessantes. Confira!

Opções para preparar o Molho Pesto e incrementar suas receitas

Molho Pesto clássico

Molho Pesto clássico

O Molho Pesto normalmente é usado em massas, e o clássico molho de manjericão é preparado originalmente em um pilão, que é usado para amassar a erva – para poupar tempo e trabalho, hoje em dia a erva pode ser levada ao processador ou liquidificador.

Vale dizer que se o manjericão estiver fresco, o Molho Pesto pode ser congelado em formas de gelo e usado normalmente em outra ocasião.

Molho Pesto com Hortelã

Molho Pesto com Hortelã

O molho pesto de hortelã costuma ser mais leve e refrescante que a versão tradicional, sendo uma ótima combinação para pratos com massa, peixes, legumes, frangos e cordeiros.

No molho para a massa, a troca de ingredientes é simples: o manjericão é substituído pela hortelã. Agora, se o objetivo for usar o molho em outros pratos, é preciso também trocar o azeite por óleo e tirar o queijo parmesão da receita. Se preferir um molho com sabor mais ácido, é só acrescentar um pouco de suco de limão.

Molho Pesto com rúcula

Molho Pesto com rúcula

O molho pesto de rúcula, normalmente é preparado para acompanhar frangos, filés, legumes grelhados e arroz. Nesse caso a troca também é simples, basta substituir o manjericão por rúcula, mas sem usar os cabos, já que este poderá deixar o molho com sabor amargo. Para quem preferir o Pesto mais leve, a dica é retirar o queijo da receita.

Leia também:

Molho Pesto com coentro

Molho Pesto com coentro

O coentro é uma das ervas mais usadas na cozinha brasileira, e quem realmente ama seu sabor e aroma o acrescenta em qualquer tipo de prato.

E pois bem, quando o Molho Pesto é preparado com coentro ele ganha novas finalidades, sendo usado, por exemplo, em preparos de sopas, carnes e legumes. Além disso, ele resulta em ótima combinação com a castanha-do-pará, podendo também ser preparado com nozes ou outras oleaginosas preferidas.

Molho Pesto com talos

Molho Pesto com talos

Sabe aqueles talos de verduras e legumes que estão sempre na cozinha e muitas vezes são descartados? Pois saiba que eles podem ter mais utilidade na cozinha do que você imagina, e uma dica é usá-lo para o preparo do Molho Pesto.

Nesse caso, estão entre os mais interessantes os talos de agrião, rúcula, manjericão e hortelã, que combinam perfeitamente com receitas de aves e carnes.

O preparo com talos é feito exatamente como o preparo clássico, mas os talos devem ser batidos no liquidificador em vez de amassados ou processados, assim a textura fica mais cremosa.




Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: