Veja 5 famosos que já recusaram prêmios importantes e saiba o motivo

Comente

Receber um prêmio de reconhecimento pelo trabalho realizado é o sonho de muita gente, principalmente dos artistas, que dão duro para obter esse reconhecimento junto ao público e à crítica.

O detalhe, porém, é que nem todo mundo aceita uma premiação a qualquer custo ou faz disso um objetivo de vida. Exemplo disso, é que muitos famosos já recusaram prêmios icônicos, algumas vezes, inclusive, por motivos nobres. A seguir você confere alguns casos. Veja!

Famosos recusaram prêmios importantes – saiba por que

Sinclair Lewis recusa o prêmio Pulitzer pelo livro Arrowsmith

sinclair-lewis

“Todos os prêmios, como todos os títulos, são perigosos”, foi o que escreveu o romancista americano após rejeitar o Pulitzer por seu livro sobre um pesquisador médico idealista.

Há quem acredite que o romancista possa ter sido influenciado por um rancor do passado, pois dois de seus primeiros romances, Main Street e Babbitt, foram recomendados para o Pulitzer pelo comitê de nomeação, mas foram anulados pelos curadores da Universidade de Columbia.

Mesmo assim Lewis aceitou o Prêmio Nobel de Literatura em 1930 e pôde receber uma honra póstuma por suas estranhas previsões feitas no romance de 1935, It Can not Happen Here.

John Lennon devolve seu M.B.E.

john_lennon

Os Beatles foram nomeados membros da Mais Excelente Ordem do Império Britânico (MBE) em 1965, porém, John Lennon depois de quatro anos, devolveu seu título.

Ele teria citado diversas razões, entre elas o envolvimento da Inglaterra na situação “Nigéria-Biafra”, o apoio da nação aos EUA no conflito do Vietnã e as fortunas em declínio de seu novo single com a Plastic Ono Band, ‘Cold Turkey’.

George C. Scott diz não ao Oscar

george_c-_scott

O ator não suportava o que ele chamava de “concursos de popularidade” entre os artistas, com isso, tentou sem sucesso retirar sua indicação como Melhor Ator Coadjuvante por ‘Desafio à Corrupção’ na 34ª cerimônia da Academia em 1962.

Depois de uma década ele se afastou da premiação e estava em sua fazenda em Nova York, assistindo a um jogo de hóquei, foi quando Goldie Hawn o anunciou como o vencedor por seu papel em ‘Patton – Rebelde ou Herói?’.

Com isso Scott , se tornou o primeiro ator a renunciar um Oscar. “Eu não fui capaz de chocar a Academia a ponto de ela fazer algo construtivo”, disse ele mais tarde.

Leia também:

Marlon Brando recusa prêmio de Melhor Ator

marlon_brando

“Eu vou fazer a ele uma oferta que ele não vai recusar” essa é a frase clássica de Brando como Vito Corleone no ‘Poderoso Chefão’, de Francis Ford Coppola. A verdade, porém, é que quando a Academia de Cinema lhe concedeu o Oscar de Melhor Ator por esse papel no ano seguinte, ele recusou.

Para receber o prêmio em seu lugar, ele enviou Sacheen Littlefeather, uma atriz e então presidente do Comitê de Imagem Afirmativa Nacional Nativa Americano. Após receber algumas vaias, ela disse que Brando, “com muito pesar”, não poderia aceitar o prêmio, em protesto contra as representações estereotipadas de nativos americanos no cinema.

Sinead O’Connor boicota o Grammy e recusa seu prêmio

sinead_oconnor

O segundo álbum da cantora tem o nome de ‘I Do Not Want What I Haven’t Got’, sendo um sucesso de crítica e também no âmbito comercial, tendo vendido mais de sete milhões de cópias no mundo. O trabalho acabou rendendo indicação a quatro Grammys, incluindo Álbum do Ano e Melhor Performance Vocal Pop Feminina.

Ela então ganhou o prêmio de Performance Musical Alternativa, mas não aceitou. A recusa veio citando o comercialismo extremo dos prêmios. No mesmo ano a banda Public Enemy boicotou a cerimônia, protestando contra o fato de que os prêmios relacionados ao rap não seriam transmitidos na televisão no horário nobre.



Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!