Topo

7 séries incríveis que já acabaram e são ótimas para fazer maratona

5.00 / 5 - 2
Comente

Quem gosta de acompanhar grandes séries na TV costuma se deparar com uma questão um tanto quanto desagradável: a espera por novos episódios. A maioria dos programas lança apenas um episódio a cada semana e isso acaba desmotivando os mais impacientes.

A boa notícia, porém, é que hoje é possível encontrar séries excelentes que já tiveram suas histórias encerradas e podem render, portanto, excelentes maratonas, seja por meio de DVD’s, Blu-rays, ou mesmo serviços de streaming como a Netflix, por exemplo.

E para ajudar quem busca boas obras para assistir então, decidimos apresentar a seguir uma lista de boas opções para todos os gostos e perfis. Confira!

Séries pra você assistir do início ao fim e se encantar

Breaking Bad

Breaking Bad

Apontada por muitos como a melhor obra da TV na última década, “Breaking Bad” é o que se pode chamar de obra-prima. A série traz à tona a história de Walter White, um professor de química que após ser diagnosticado com câncer, decide usar seu vasto conhecimento na área em favor do crime, com a nobre missão de deixar uma boa quantidade de dinheiro para a família depois da morte.

Ao longo de suas 5 excelentes temporadas, a obra se tornou uma das séries mais premiadas de todos os tempos na TV e deu origem a um excelente spin-off intitulado “Better Call Saul”. Ela está disponível na Netflix e também pode ser adquirida em box de DVD’s em diversas lojas virtuais e físicas do país.

The Sopranos

The Sopranos

Hoje a série que faz sucesso na HBO responde pelo nome de “Game of Thrones”. Mas em um passado recente, era “The Sopranos” (“Família Soprano”, no Brasil) quem dava as cartas na emissora. A obra se tornou a série de maior audiência do canal e conquistou todos os prêmios dignos da obra-prima que foi.

Ao melhor estilo “Poderoso Chefão” (inclusive com claras referências à icônica obra do cinema), a trama traz à tona a história de um mafioso e pai de família conhecido como Tony Soprano. Ele precisa conciliar a sua jornada criminosa com a tentativa de ser um bom pai, o que se prova cada vez mais complicado.

Com excelente atuação do protagonista e provavelmente o texto mais bem escrito em uma série de TV, a obra se torna simplesmente imperdível pra quem não dispensa um bom drama e não se importa com tramas centradas em vilões e anti-heróis.

Sons of Anarchy
E aqui temos mais uma obra que leva o espectador a acompanhar o drama na vida de vilões e anti-heróis. A história se passa na fictícia região de Charming, uma pequena comunidade onde vive um clube de motociclistas renegados que estabelece o próprio senso de justiça para a cidade ao passo que busca satisfazer os próprios interesses.

Na trama, Jackson “Jax” Teller é o vice-presidente do Moto Clube. O jovem precisa lidar com dramas familiares, a recente e conturbada chegada de seu primeiro filho e ao mesmo tempo tentar tirar o clube do criminoso caminho em que acabou entrando, uma missão na qual seu pai fracassou no passado e que acabou lhe custando a vida.

A obra criada por Kurt Shutter possui sete temporadas e é indispensável para todo fã de grandes séries de drama.

Fringe

Fringe

E aqui temos uma ficção científica criada por J.J Abrams (“Lost”, “Alias” e “Star Wars: O Despertar da Força”) que deve ser vista por todo fã de sci-fi que se preza. A obra mostra um mundo onde coisas muito estranhas têm acontecido, o que dá à clara impressão de que alguém está usando o planeta como um laboratório para experimentos absolutamente improváveis.

Diante desse cenário, cabe a uma divisão do FBI intitulada de “Fringe Division”, a missão de encontrar padrões nos bizarros acontecimentos que estão surgindo em diversas regiões. Aos poucos, a equipe liderada por Olivia Dunham acaba descobrindo que as experiências observadas podem ser apenas um pequeno indício do que pode representar o fim da humanidade.

No roteiro da série em si, não faltam elementos de drama, humor, suspense e até mesmo horror, mas além disso, o que chama atenção são as inúmeras teorias abordadas no texto, o que inclui telecinese, teletransporte, precognição, buraco de minhoca, matéria escura, mutação transgênica, universos paralelos, viagem no tempo e muito mais. São 5 temporadas para encantar qualquer um.

Leia também:

Firefly

Firefly

E já que estamos falando em ficção científica, temos aqui um outro grande achado do gênero, que embora excelente, deve ser encarado mais como uma minissérie. A série criada por Joss Whedon teve apenas uma temporada de 14 episódios e um filme que complementa sua história, mas é uma obra simplesmente incrível.

A história é ambientada em um futuro onde a terra não existe e os humanos vivem em diversos planetas controlados pela chamada “Aliança”.

Nesse cenário, um capitão que lutou pelo lado da resistência contra o governo no passado, se torna uma espécie de caçador de recompensa espacial que vive à margem da lei, aceitando qualquer trabalho desde que possa manter sua trajetória a bordo de sua nave, esta chamada de Serenity.

O carisma dos personagens e o conceito de família entre os passageiros que acompanham a trajetória de Malcom em sua nave, acaba sendo o grande trunfo da série, que tem um roteiro muito bem escrito e merece destaque em qualquer lista de grandes séries. Para quem vai assistir, a dica é visitar antes a página da série na Wikipedia para conferir a ordem cronológica dos episódios, já que originalmente a Fox exibiu a obra com episódios fora da ordem.

Friends

Friends

E aqui temos uma série de comédia, apontada por muitos como a melhor de todos os tempos. Embora a alcunha gere controvérsias ainda nos dias de hoje, o fato é que se trata de uma grande obra, responsável inclusive por revelar talentos a Hollywood. A obra mostra a trajetória de seis amigos que moram em Nova York e divide bons e maus momentos como uma grande família (sem trocadilhos).

Two and a Half Men

Two and a Half Men

E por fim temos aqui a série que embora tenha dividido a opinião do público no que diz respeito à qualidade de suas quatro últimas temporadas, é no conjunto da obra uma produção que merece ser apreciada por quem gosta de comédia.

Inicialmente, a história da série é centrada na vida do solteirão Charlie Harper (Charlie Sheen), que vive sua boa vida em uma mansão na nobre área de Malibu.

Ele ganha a vida escrevendo jingles (melodias) para comerciais de televisão e acaba dividindo o apartamento com seu irmão Charlie Harper, que tem um filho e não desfruta do mesmo sucesso de Charlie, sendo ainda um tanto quanto folgado, além de azarado.

Depois da oitava temporada, o ator Charlie Sheen acaba deixando a série devido a desentendimentos com o criador da mesma e assim dá lugar a Ashton Kutcher, que entra na trama com um novo papel e passa a dividir o protagonismo com o emblemático John Cryer, intérprete de Alan Harper.

Como já dito inicialmente, a mudança não agradou o público mais exigente, no entanto, mesmo assim a obra ganhou outras quatro temporadas (totalizando 12 ao todo), que apesar dps altos e baixos, conseguiram proporcionar uma boa dose de diversão.


Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: