Topo

Folia na ficção: relembre novelas brasileiras que já retrataram o carnaval

Comente

As novelas brasileiras estão sempre abordando temas atuais para que os brasileiros estejam sempre por dentro do assunto. Por isso mesmo, quando é época de carnaval as novelas que estão no ar procuram falar do assunto ou até mesmo cair no samba de vez. Aproveitando que o Carnaval foi a máxima da última semana, relembramos a seguir algumas das obras que seguira esse caminho. Veja!

Novelas que levaram o Carnaval para a ficção

Pai Herói

A novela “Pai Herói” teve seu encerramento durante o carnaval, onde dois de seus protagonistas seguiram destinos diferentes. Ana Preta interpretada por Glória Menezes, saiu desfilando pela Beija-Flor de Nilópolis e conheceu um novo amor.

E foi em meio a um baile de carnaval que o malfeitor Baldaracci, interpretado por Paulo Autran, descobriu que estava sendo seguido pela polícia e fugiu num helicóptero. Nem deu tempo de tirar a fantasia de pierrô.

Partido Alto

A novela “Partido Alto” abordou os bastidores de uma escola de samba fictícia. Jussara, interpretada por Betty Faria era porta-bandeira da Acadêmicos do Encantado, além de ser a amante do chefão da comunidade, o bicheiro Célio Cruz interpretado por Raul Cortez, sendo na verdade apaixonada por Piscina personagem de José Mayer, que interpretava um compositor de sambas-enredo que tinha o sonho de ver uma música sua no carnaval.

No último capítulo da trama, a escola desfilou tendo Jussara como destaque, ao som do samba-enredo “E Agora José?”, de autoria de Piscina, em homenagem ao poeta Carlos Drummond de Andrade. Mas infelizmente ele foi assassinado a mando de Célio Cruz em pleno desfile e Jussara assistiu a tudo do alto do carro alegórico, sem poder fazer nada.

Que Rei Sou Eu?

Em 1989, a escola de samba Beija-Flor, do carnavalesco Joãozinho Trinta desfilou no carnaval carioca com o enredo “Ratos e Urubus Larguem Minha Fantasia”. Mesmo tendo feito um impressionante desfile, a escola não foi vencedora.

Com isso novela “Que Rei Sou Eu?”, fez um baile de carnaval no castelo de Avilan na qual os nobres dançaram o refrão do samba da Beija-Flor em ritmo de minueto, com fantasias de mendigos, numa clara homenagem a Joãozinho Trinta.

Quem é Você

A novela “Quem é Você” foi uma trama ambientada em um baile de máscaras durante um carnaval de Veneza nos anos 1970. Durante a festa, Afonso, interpretado por Alexandre Borges, acabou sendo seduzido por uma mulher mascarada, sem sequer imaginar que se tratava de sua cunhada, Beatriz, interpretada por Cássia Kiss, irmã de sua mulher, Maria Luísa, esta por sua vez interpretada por Elizabeth Savalla.

A abertura da trama mostrava máscaras de Veneza com a trilha sonora “Noite dos Mascarados”, de Chico Buarque.

Leia também:

O Clone

A autora Glória Perez aproveitou o período de carnaval carioca para explorar as diferenças e estranhamento dos personagens árabes da novela ao ver de forma clara os costumes brasileiros.

A trama mostrou a família de Mohammed, personagem de Antônio Calloni, que presenciou de forma horrorizada o desfile de escola de samba contando com a presença de alguns personagens, como o passista Miro, personagem de Raul Gazola, e a rainha da bateria Deusa, personagem de Adriana Lessa.

Senhora do Destino

O autor Aguinaldo Silva também explorou o Carnaval em suas tramas. Na novela “Senhora do Destino”, as lutas e vitórias da protagonista Maria do Carmo, interpretada por Susana Vieira, acabou se transformando em enredo da fictícia escola de samba Unidos de Vila São Miguel, sob o comando do bicheiro Giovanni Improta personagem de José Wilker, que era apaixonado por Maria do Carmo.

As cenas da trama foram gravadas durante o desfile da Grande Rio no carnaval de 2005. O autor também usou a mesma tática na trama seguinte, “Duas Caras”, mas desta vez com a escola de samba Nascidos da Portelinha, da comunidade na qual o líder era Juvenal Antena, personagem de Antônio Fagundes, e a carnavalesca era Dália personagem de Leona Cavalli e a rainha da bateria, Gislaine, personagem de Juliana Alves. O desfile foi gravado durante a apresentação da Portela no carnaval de 2008.

Império

Ainda de Aguinaldo Silva, a novela “Império” também contou com desfile de escola de samba fictícia na Sapucaí, dessa vez a homenagem foi para o protagonista, o Comendador José Alfredo de Medeiros, personagem de Alexandre Nero.

Ele desfilou no alto de um carro alegórico ao lado da ex-mulher Maria Marta, personagem de Lília Cabral. Só que quase foi assassinado por um homem misterioso fantasiado de Mr. M.




Comentários (1) Postar um Comentário

Fernanda comentou:

memorável!


Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: