Topo

5 mistérios do universo que a ciência ainda não consegue explicar

Comente

A ciência acabou sendo fundamental para que os humanos chegassem onde chegaram. Basicamente entende-se por ciência como um modo de conhecer fundamentado em um método, o método científico. O método é o modo de funcionamento das ciências, é fundamentado na observação, na experimentação e na produção de teorias e leis. Com isso, a partir de teoria se hipóteses vão sendo criadas respostas e soluções para dúvidas e problemas da humanidade. 

Na grande maioria dos casos, qualquer invento ou descoberta acaba sendo motivada por um problema, que pode ser específico ou apenas algo genérico, como “O que posso fazer para mudar determinada circunstância?”, mas que acaba servindo como um grande fator motivacional para o surgimento de ideias que, em grande parte, mudam o mundo. 

Além disso, a ciência também ajuda a responder determinadas questões que, em um primeiro momento, pode realmente não ter um impacto real e significativo na vida das pessoas. Mas, com o tempo, essas mesmas respostas podem se tornar algo muito maior e que de fato, poderá tornar a vida melhor ou mais longa. 

Veja também:

Por outro lado, ainda existem muitas áreas da vida que ainda precisam de explicações. O universo, o cérebro, os oceanos, por exemplo, ainda precisam ser estudados muito para que revelem seus grandes mistérios. 

Confira alguns mistérios do universo que ainda estão longe de serem respondidos:

5 mistérios do universo que a ciência ainda não consegue explicar

O Universo é feito de que?

Os cientistas já sabem muito sobre a composição de diversos dos elementos que podem ser encontrados dentro de um universo, como estrelas, planetas, etc. Mas os pesquisadores ainda não conseguem definir do que é feito o universo como um todo, já que cerca de 95% do espaço acessível ainda é considerado desconhecido. A chamada matéria escura, que é justamente esta espécie de véu que cobre quase todos o cosmos, ainda permanece uma grande incógnita. 

O que pode ser encontrado na zona crepuscular do oceano?

E como que os humanos poderiam realmente conseguir entender o universo e seus confins se eles ainda sequer conseguem entender o seu planeta? Afinal de contas, o oceano ainda pode ser considerado como um universo a parte cheio de mistérios. A chamada zona mesopelágica, situada entre 200 e 100 metros abaixo da superfície, ainda é quase que completamente desconhecida das pessoas. Sabe-se que existem criaturas que possuem propriedades bioluminescentes que não são encontradas por aqui. Além disso, os pesquisadores também acreditam que essa região acaba tendo um efeito profundo nos diferentes climas do planeta. 

Por que Vênus é inabitável?

O planeta é considerado quase como um irmão do Planeta Terra. Os pesquisadores, na sua grande maioria, consideram que este era um planeta que pode ter sido considerado habitável em algum momento da sua existência, já que não estão tão longe assim da nossa casa. Mas hoje ele acabou se tornando praticamente uma bola de fogo, com uma temperatura na superfície de 900 ºC e uma atmosfera quase que completamente constituída por dióxido de carbono. Dentre as possíveis respostas para este mistério estão a possibilidade da ocorrência de uma série de eventos vulcânicos, combinado com sua aproximação com o sol, que acabaram se tornando os grandes causadores deste aumento crucial das temperaturas. E muitos cientistas pensam se este não poderia ser o futuro do Planeta Terra. 

O que causa doenças como o Alzheimer?

Mesmo com todo o avanço da ciência para a cura de uma série de doenças e para a melhoria da qualidade de vida das pessoas de uma forma geral, ainda existem diversos males que os cientistas simplesmente não conseguem entender como surgem. E muitos deles estão relacionados com o nosso cérebro, uma região do corpo que também ainda acaba sendo muito pouco conhecida pela medicina moderna. O Alzheimer, por exemplo, é uma doença que acaba despertando muitas perguntas entre os estudiosos. As teorias mais populares indicam que as amiloides, proteínas que criam placas no cérebro, potencializam a demência após o acúmulo de matéria. Mas por que os remédios que combatem essas proteínas não funcionam? Ninguém sabe dizer.

Por que os humanos desenvolveram estruturas como a do ânus?

O ânus é uma estrutura do corpo que também acaba despertando muita curiosidade entre os pesquisadores. Os ancestrais dos humanos comiam e excretavam pelo memo orifício, impossibilitando que animais desenvolvessem um sistema eficiente para que a vida pudesse assumir novas formas. Essa estrutura teria surgido há cerca de 550 milhões de anos. Mas os pesquisadores ainda não conseguiram descobrir qual teria sido o primeiro animal que desenvolveu essa estrutura. 


Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: