Topo

5 itens que ninguém deveria comprar usados

Comente

Em tempos de crise, a busca pela compra de itens usados costuma aumentar bastante, afinal, a economia observada nesses casos costuma compensar os problemas mais comuns, como falta de garantia e desgaste natural do produto.

Apesar disso, no entanto, especialistas afirmam que há coisas que não deveriam ser adquiridas depois de usadas em hipótese alguma, já que os riscos observados são maiores do que os comumente encontrados nesse tipo de compra.

Para que você possa entender melhor sobre isso, apresentamos a seguir uma lista que mostra 5 exemplos de coisas que só deveriam ser compradas novas. Veja!

Coisas usadas que você deveria evitar comprar

Camas box e/ou colchões

Camas box e/ou colchões

Um bom colchão pode ter um prazo de 5 a 10 anos de vida útil, no entanto, é natural que com o passar do tempo os produtos como antifungos e bactericidas acabem perdendo efeito.

Com isso, o item se torna um verdadeiro ninho de microrganismos como bactérias e fungos. Essa questão torna a compra de um colchão usado um tanto quanto arriscada, até porque não há como saber se o uso do primeiro dono foi feito de forma adequada.

Mas não é só isso, à medida em que o tempo passa, o material do colchão também tende a se desgastar, o que impede que ele atue como deveria na hora de proporcionar o descanso ao corpo. O resultado disso é o surgimento de eventuais dores nas costas e cansaço decorrente de uma noite mal dormida. As regras são válidas também para o caso de cama box.

Capacetes e outros itens de segurança

Capacetes e outros itens de segurança

Comprar um capacete de segunda mão também é um erro gravíssimo. Isso porque, embora esse tipo de equipamento seja desenhado para proporcionar segurança ao usuário, ele geralmente resiste a apenas uma batida, de modo que até mesmo uma pancada de baixa intensidade pode comprometer de certa forma sua estrutura.

Isso significa que por mais que o acessório pareça estar bem conservado, não dá para garantir com certeza que ele já não suportou algum impacto ou até mesmo uma queda em determinado momento.

Diante desse cenário, o melhor é não arriscar na compra de algo que pode colocar a própria vida em risco. A regra é válida também para outros itens de segurança, como cadeirinhas de bebê, por exemplo.

Leia também:

Panelas

Panelas usadas

Eis aqui outro item que pode colocar a vida em risco quando usados. As panelas que apresentam sinais de desgaste, por menores que sejam (como arranhados ou descascados), podem não proporcionar a proteção necessária para impedir o contato do alimento com o metal.

Com isso, dependendo do material da panela, ela pode liberar substâncias tóxicas ao alimento e estas resultarem no surgimento de doenças no médio prazo.

Calçados

sapatos-usados

Um calçado, como sapato, por exemplo, com o passar do tempo se molda aos pés de seu dono. Isso significa que mesmo comprando o número certo, um calçado usado pode machucar o pé do nodo dono.

Vale dizer ainda que alguns sapatos, como os tênis de corrida, possuem tempo de vida útil que deve ser respeitado, já que após o prazo ideal eles não tendem a apresentar a mesma proteção contra impactos decorrentes das atividades.

Notebooks

Notebooks

Comprar um notebook usado pode ser outro grande erro. Isso porque os itens tecnológicos são atualizados frequentemente, de modo que algo comprado hoje pode ser obsoleto em um futuro próximo.

Além disso, a falta de garantia na compra de um usado nesse caso, pode ser um problema, já que não há como prever quando o aparelho pode deixar o usuário na mão.

Não obstante, um laptop usado pode carregar consigo alguns vírus que roubam dados do usuário, o que embora possa ser remediado com uma formatação, tende a elevar o preço final do produto se o novo dono vai ter que pagar pelo serviço.


Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: