Topo

Sete coisas que podem indicar uma compulsão alimentar

Comente

Quando chega a hora da refeição, você come para se sentir satisfeito ou para se sentir cheio? Procura comer sempre depressa? Pois bem, a forma com que cada pessoa lida com a comida pode ou não indicar uma compulsão alimentar.

Segundo especialistas, existem dois tipos de compulsão alimentar. O primeiro é aquele onde o individuo tem um episódio de descontrole em relação à comida e fica com a sensação de perda de controle sobre a quantidade de alimento ingerido.

Já o segundo caso é o mais grave, classificado como Transtorno da Compulsão Alimentar Periódica, que é quando ocorre este descontrole alimentar com grande frequência e em um nível que chega a gerar desconforto.

É claro que todo mundo pode exagerar na comida eventualmente, mas quando isso se torna algo frequente é hora de buscar ajuda profissional. Para saber se você sofre com esse mal, veja a seguir algumas situações que podem indicar uma compulsão alimentar.

Coisas que indicam possível compulsão alimentar

Coisas que indicam possível compulsão alimentar

Comer escondido

Quando alguém passa a comer escondido, é sinal que está tentando se livrar de possíveis julgamentos. O indivíduo passa a fugir de críticas sobre a quantidade de alimento que tem ingerido. Mas isso não pode ser confundido com o estado de sonambulismo, onde a pessoa come de madrugada sem se lembrar.

Comer rápido

Pessoas que possuem compulsão alimentar costumam comer de pressa, e segundo nutricionistas, pessoas que comem rápido costumam comer em maior quantidade. Isso acontece porque o corpo leva um tempo para emitir sinal de saciedade, ou seja, quanto mais rápido a pessoa comer, mais ela vai ingerir até que se sinta saciada.

Comer sem fome

Quem sofre com compulsão alimentar, nem sempre vai comer só na hora da fome. Normalmente a tendência é comer alimentos gordurosos e rico em carboidratos simples. A pessoa deixa de consumir alimentos como fonte de energia, consumindo apenas pelo prazer.

Leia também:

Comer até passar mal

É comum pessoas com distúrbio alimentares sofrerem com desconforto após a alimentação. Isso ocorre por causa da distensão gástrica que o estômago sofre. Como a pessoa come rápido, logo ela vai exagerar na quantidade e superlotar o estômago. Nesse caso, a pessoa come mais pelo prazer e satisfação emocional do que por necessidade.

Comer o tempo todo

Pessoas que sofrem com compulsão alimentar sentem a necessidade de comer com mais frequência, uma vez que deixar de comer gera um vazio emocional. A pessoa sente a mesma sensação de fome, mas não é de comida que seu corpo está precisando. Por isso esse tipo de pessoas está sempre “beliscando” algo ou repetindo as refeições.

Comer para se sentir feliz

Quando algo muito ruim ou muito bom acontece, pessoas com compulsão alimentar tendem a perder o controle e comer muito. De acordo com especialistas, para eles a comida pode funcionar como fórmula de escape para fugir do sofrimento, como recompensa ou ainda uma maneira de comemorar uma conquista.

Sentir-se culpado após comer de mais

A sensação de culpa após um episódio de descontrole alimentar ocorre muito quando a pessoa percebe que fez algo de errado e se sente fraco para poder mudar o quadro. Esse mesmo sentimento ocorre com pessoas que estão em dietas restritivas e acabam comendo algo calórico, o que acaba colocando em risco toda semana de dedicação.


Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: