Topo

Alimentos que podem prejudicar a gravidez e devem ser evitados pelas gestantes

Comente

Durante a gravidez, muitas mulheres guardam consigo alguns receios quanto ao uso de determinados produtos de beleza e higiene, mas o que costuma deixar a maioria confusa mesmo é o que diz respeito à alimentação adequada para evitar quaisquer riscos à saúde do bebê.

Pois bem, a melhor dica a seguir nesses casos é conversar com o obstetra, que é quem vai passar a lista de alimentos e produtos que devem ser evitados na gravidez. Isso porque há um grupo de itens e alimentos que de fato não deve em hipótese alguma ser aderido pela gestante, os riscos incluem até mesmo aborto.

Não obstante, há ainda determinados produtos que podem transmitir infecção ou até mesmo alterar a oxigenação e nutrição do bebê. Agora, embora uma consulta ao médico seja em todo caso indispensável, a seguir você pode conferir alguns alimentos que estão na lista dos que devem ser evitados na gestação. Veja!

Alimentos que devem ser evitados na gravidez

Alimentos que devem ser evitados na gravidez

Alguns chás não devem ser ingeridos

Durante os meses de gestação, alguns chás podem trazer malefícios à saúde da criança. Aqueles que possuem doses de cafeína, tais como o preto e o mate, por exemplo, tende a causar um aceleramento no metabolismo, aumentando consequentemente a queima de calorias, que por sua vez deveriam ser divididas com o bebê.

Mas não é só esse tipo de chá que deve ser evitado, outros como o chá de boldo, buchinha do norte, losna, poejo, pinhão-paraguaio, pinhão-de-purga, erva-de-santa-maria, melão-de-são-caetano e espirradeira, são considerados pela medicina popular como potencialmente abortivos.

Leia também:

Comida mal passada

É muito importante que as gestantes evitem o consumo de alimentos mal cozidos, tais como peixe cru, carne mal passada, leite e derivados não pasteurizados, além é claro dos ovos crus.

Comer esse tipo de alimento aumenta as chances de ingerir salmonela, o que poderia resultar em uma gastroenterite e Toxoplasma Ghondi, culminando eventualmente em uma toxoplasmose. O resultado de um problema que aparentemente seria simples, pode ser até uma má formação no bebê.

Álcool

Tudo bem que não é segredo para ninguém que gestantes devem ficar longe de bebidas alcoólicas, certo? A regra é válida mesmo nos casos de doses pequenas. O motivo pra esse cuidado é que a bebida alcoólica pode ser absorvida pela placenta, o que pode impedir que o bebê receba o oxigênio e os nutrientes que ele precisa.

Além disso, consumir bebida alcoólica durante a gestação pode fazer com que a criança desenvolva síndrome alcoólica fetal, uma doença que pode gerar graves efeitos colaterais tanto mental quanto físico.

Canela

Outro alimento do qual as gestantes devem manter distância é a canela, seja ela em chá ou mesmo em pó. O motivo é que ela pode provocar ou aumentar as contrações uterinas.

Vale dizer que para que o alimento possa causar grandes problemas seria necessária a ingestão de uma grande quantidade, mas como não dá pra determinar limites, o ideal é evitar o consumo independente da quantidade.

Dietéticos

Durante a gravidez, as mulheres mesmo que queiram manter a boa forma devem evitar a qualquer custo o consumo de dietéticos e adoçantes à base de sacarina e ciclamato, esse tipo de alimento pode fazer mal à formação do feto.

Além disso é preciso sempre prestar atenção aos rótulos dos alimentos, pois muitas versões ligth e diet abusam dessas substâncias que podem ser prejudiciais.




Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: