Topo

5 dicas para substituir o sódio e adicionar mais saúde ao seu cardápio

Comente

Para muita gente, a ideia de comer uma comida sem sal não parece nada agradável, razão pela qual a simples necessidade de diminuir a ingestão do sal em casa já pode ser um sinônimo de tortura, o que muitas vezes acontece por recomendação médica e não por prevenção.

Seja como for, a estimativa feita pelo Guia Alimentar para a População Brasileira, prevê que o consumo diário aceitável para um adulto saudável seja de 2.400 miligramas, o equivalente a 5 gramas de sal ou uma colher de chá.

Apesar disso, a realidade é que o sódio se faz presente em diversos alimentos comuns no dia a dia dos brasileiros, de modo que o cardápio diário chega facilmente a quase 12 gramas por dia, o que pode contribuir com o surgimento de diversos problemas relacionados à saúde, dentre os quais a hipertensão.

Para quem pretende minimizar o consumo de sódio, no entanto, existem algumas estratégias interessantes, o que inclui a substituição de alguns alimentos. A seguir você confere algumas dicas.

Como substituir o sódio no cardápio

Como substituir o sódio no cardápio

Shoyu

Estima-se que 15 ml de shoyu tradicional contenha algo em torno de 818 mg de sódio. Já na sua versão light, o molho conta com uma redução de até 25% de sódio.

Mas para diminuir ainda mais a ingestão de sódio diariamente, a ideia seria optar por mergulhar alimentos como sushis e sashimis em suco de limão ou ainda em um molho mais elaborado, com limão, mostarda, cebola e azeite.

Salada

Alguns alimentos do cardápio, inevitavelmente contarão com a presença do sódio, por isso mesmo o ideal é não acrescentar mais sódio no prato por meio de alimentos que não o possuem.

Exemplo disso é abrir mão de colocar sal na salada, optando em vez disso pelo azeite, limão, vinagre e outros temperos. E se desejar uma salada mais saborosa, adicione também ervas como orégano, manjericão e coentro, pois isso além de deixar o prato com aroma especial ainda o torna mais saboroso.

Leia também:

Embutidos

A lista de embutidos populares entre os os brasileiros, inclui produtos como peito de peru, salame e mortadela. O detalhe é que, na maioria das vezes, esse tipo de alimento possui uma grande quantidade de sódio, e a prova disso é que apenas três fatias de presunto, por exemplo, contêm cerca de 550 mg de sódio.

Outro exemplo é que uma unidade de salsicha possui 550 mg de sódio. Dito isso, na hora de preparar um sanduíche, o melhor é dar preferência ao queijo branco, frango grelhado, ovos cozidos e aos legumes e verduras, tais como alface, tomate e cenoura”, o que deixa o sanduíche mais natural e livre de sódio.

Congelados

A maioria dos alimentos industrializados e as preparações congeladas possui uma grande quantidade de sódio. De acordo com nutricionistas o sal atua como conservante desses produtos, por isso eles são ricos na substância.

Para fugir desse tipo de comida na hora que não tiver com vontade de cozinhar, a dica é ter sempre no freezer um congelado caseiro, de lasanha, escondidinho ou qualquer outro tipo prato que seja de sua preferência e possa ser congelado em porções para os dias de menor disposição.

Refrigerante

Quando ouve falar sobre sódio, a maioria das pessoas acredita que essa substância só está presente em alimentos salgados. Mas a verdade é que ele também pode ser encontrado em determinados alimentos doces, tais como os refrigerantes, por exemplo.

Estima-se que em um copo de 250 ml pode conter até 17,5 mg de sódio, e para quem prefere as versões light e diet, saiba que elas possuem uma quantidade ainda maior da substância.

Vale dizer também, que o refrigerante é uma bebida de baixo valor nutricional, de modo que a melhor opção pode ser substituí-lo por um suco natural, sem a adição de açúcar.




Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: