Topo

Entenda as diferenças entre os tipos de massas para empadas e tortas doces

Comente

Cozinhar não é exatamente uma tarefa difícil, no entanto, o aperfeiçoamento na arte da culinária pode trazer consigo algumas armadilhas. Uma delas, por exemplo, é a confusão na hora de entender a diferença entre diferentes tipos de massas.

Prova disso é que, considerando apenas os tipos de massas mais usadas para empadas e tortas doces, existem algumas particularidades sutis – e outras nem tanto – que podem deixar o cozinheiro na maior “saia justa” na hora de decidir sobre o que é melhor para a receita.

E é justamente por saber a importância de se ter essa distinção no preparo dos alimentos, portanto, que resolvemos apresentar a seguir algumas informações pertinentes sobre os tipos de massas de empadas e tortas doces. Confira!

Variações nas massas de empadas e tortas doces

Massa podre

Também conhecido simplesmente como “massa de empada”, esse tipo de massa é bastante famoso ao redor do país. O nome peculiar, se deve principalmente por ela se esfarelar com facilidade, parecendo sempre “podre”, por assim dizer.

Trata-se de uma massa mais gordurosa que a maioria das demais, sendo elaborada com farinha, água, margarina, ovo e sal, e com um detalhe: ela não possui fermento em sua composição.

Massa sablé

Com textura mais arenosa e que produz certa satisfação ao paladar por ser levemente adocicada, a massa sablé tem por característica se desmanchar na boca, sendo, no entanto, diferente da massa podre.

Seu uso mais comum inclui o preparo de tarteletes ou tortas doces. Ela é composta de modo geral por açúcar, margarina, sal, ovo e farinha de trigo. Opcionalmente também pode ser preparada com farinha de amêndoas, o que a torna ainda mais saborosa.

Massa brisee

Requintada, a massa brisee pode ser usada tanto em tortas doces quanto nas salgadas. Sua consistência é bastante delicada e quebradiça devido ao alto teor de manteiga em sua composição. De modo geral, é um tipo que precisa ser pouco trabalhado para que fique com o efeito levemente folhado.

Massa frola

Sem grandes segredos em relação ás suas receitas mais tradicionais, a massa frola tem como grande diferencial o fato de poder ir ao forno já com o recheio. Uma facilidade a mais para quem tem pressa no preparo do prato.

Leia também:

Choux

Composta inicialmente por ingredientes básicos como água, manteiga e farinha, a massa choux recebe os ovos enquanto ainda está morna. O resultado é uma massa de crosta fina e interior oco depois de assada.

Em relação aos ingredientes, a água até pode ser trocada por leite, mas o resultado é um alimento menos crocante e mais macio. De modo geral, a massa é a base para Carolinas ou Bombas, duas iguarias um tanto quanto requintadas.

Massa para salgados em geral

Aqui temos a massa tradicional que é a base para coxinhas, risoles, bolinhas e salgados fritos em geral. Na própria internet é possível encontrar diferentes receitas para esse tipo de massa, mas a versão mais comum – e talvez mais eficiente – é aquela com ingredientes como água, farinha de trigo, tempero e óleo.




Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: