Topo

Dicas para fazer um pastel perfeito

Comente

Seja no boteco ou na feira, o pastel é sempre irresistível. Sua origem porém não é conhecida em detalhes, mas se acredita que a receita seja a colaboração entre diversos imigrantes entre eles orientais e europeus. A receita é brasileira em seu DNA e a massa leva cachaça para garantir a sua crocância e leveza na massa.

Para que você possa chegar em um pastel perfeito, veja algumas dicas infalíveis que podem fazer toda a diferença na sua criação.

Dicas para fazer um pastel perfeito

A cachaça é fundamental na receita

O preparo da massa do pastel exige poucos ingredientes, entre eles farinha de trigo, água, sal e um pouco de cachaça e óleo se for o caso. O segredo está em sovar muito bem a massa até que ela fique totalmente lisa, homogênea e elástica.

Estique sempre a massa

Veja também:

Uma outra medida fundamental é procurar esticar muito a massa até que ela possa ficar mais fina possível, pois é isso que irá deixar o pastel leve e crocante. Se você contar com máquina de abrir massa, excelente, se não tiver, procure utilizar um rolo e aproveite para se exercitar enquanto estiver cozinhando.

Procure fritar rápido ou cubra a massa

A massa poderá ficar enrolada em plástico filme, ou poderá ser guardada na geladeira ou até congelada, se você for a utilizar na hora, é interessante fritar os pastéis o quanto antes evitando assim que eles possam ficar ressecados demais quando estão em contato com o ar.

O óleo de canola poderá fazer parte da receita

Aos que quiserem evitar todo o trabalho de fazer o pastel, é possível comprar a massa pronta, existem no mercado excelentes alternativas que ficam até mesmo semelhantes a massa caseira. A atenção neste preparo deverá estar sobre a fritura, onde você deverá escolher um óleo suave, como por exemplo o óleo de canola, e o utilizar em abundância, algo em torno de um litro para fritar e poucos por vez. A fritura deverá também estar em uma temperatura ideal, algo entre 180 e 200 graus.

O pastel dourado

O tempo de fritura do pastel deverá ser de 30 segundos a um minuto dependendo da temperatura do óleo, apesar disto é fundamental ficar de olho na sua cor, já que se ele ficar marrom, você foi longe demais. Outra particularidade é que vale a pena deixar que os pastéis fiquem arejados antes de ir ao papel absorvente, para isto você poderá utilizar uma grade culinária, grelha ou mesmo uma peneira.

Evite excessos

A massa não pode ficar cheia demais de recheio. É necessário que tenha aquele espaço para o vapor sair devagar.

É importante também que o espaço para o vapor não seja em excesso, ele deverá ficar entre a metade e um terço do recheio.

Cuidado para que o pastel não desande

Evite deixar o pastel pronto para fritar dentro da geladeira, a não ser que você vá o congelar. Deixar ele pronto poderá desandar a massa, por isso o ideal é rechear e fritar.




Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: