Topo

Como financiar um imóvel usando o FGTS

Comente

O Fundo de Garantia por Tempo de Serviço é um recurso depositado todo o mês pela empresa onde o trabalhador possui carteira assinada e que fica rendendo durante todo o período que o trabalhador passa em determinada companhia. Existem algumas regras para o saque deste dinheiro. Por exemplo, ele pode ser sacado pelas pessoas que são demitidas, mas não pode ser por justa causa. O dinheiro também não pode ser sacado por pessoas que pedem demissão.

Mas este dinheiro, que muitas vezes está parado, pertence a pessoa mas acaba não sendo utilizado, pode servir como parte do financiamento para a compra de um determinado imóvel.

Confira algumas dicas para conseguir utilizar os recursos do FGTS na compra de um imóvel novo.

financiar-imovel-usando-fgts

Quem pode utilizar?

Antes de mais nada, é preciso ficar atento as regras de utilização do FGTS para o financiamento do imóvel. De acordo com a Caixa Econômica Federal, que é o banco responsável pela administração destes recursos, podem se utilizar o FGTS para financiamento do seu imóvel nos seguintes casos:

1) Ter pelo menos três anos de carteira assinada. Esse período não precisa ser contínuo, ou seja, a pessoa pode ter trabalhado um ano em 2002 e outros dois a partir de 2010, por exemplo.

2) Não ter financiamento ativo no Sistema Financeiro de Habitação (SFH) em nenhuma parte do país.

3) Não ser proprietário de imóvel residencial no município onde pretende comprar o novo. Assim, se tem um apartamento em São Paulo, poderá comprar outro em Belo Horizonte, mas não na capital paulista.

4) Trabalhar ou morar no município em que fica o imóvel que pretende comprar usando o FGTS.

Como pedir o dinheiro para dar entrada no financiamento?

Geralmente quem pede o dinheiro do FGTS para o financiamento é a empresa responsável pelo pagamento da casa. Portanto, a documentação que comprove que a pessoa possa utilizar o FGTS na compra o imóvel deve ser entregue no momento da compra. Dentre os documentos que podem ser solicitados estão cópia da carteira de trabalho, comprovante de residência, certidão de nascimento, certidão de casamento, dentre outros.

Vale lembrar também que existem algumas regras impostas pela Caixa que acabam mudando de tempos em tempos. Geralmente estas regras que mudam estão diretamente relacionadas aos valores dos imóveis, que mudam. Portanto, é muito importante que as pessoas confiram estas informações nas agências da Caixa.

O saque do fundo acontece da seguinte forma: O trabalhador solicita o saque ao agente financeiro por meio de um documento. O agente, então, comunica à Caixa Econômica Federal. Quando o fundo de garantia é liberado, é depositado na conta do vendedor. Ou seja: quando saca o fundo de garantia para comprar um imóvel, o comprador não lida diretamente com o dinheiro. O dinheiro demora, em média, cinco dias para ser liberado.

O comprador pode optar também por não sacar todo o dinheiro do FGTS, e sim apenas uma parte desta verba.

Saiba mais sobre o Financiamento Imobiliário com Poupança.


Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: