Topo

Cinema B: veja 5 filmes de baixo orçamento que merecem sua atenção

Comente

Se você é antenado com o universo da sétima arte, provavelmente sabe o que é um “Filme B”, certo? Trata-se de uma obra de custo consideravelmente baixo e que não conta com grandes nomes em seu elenco ou mesmo no time de produção. Como consequência disso, a qualidade do longa em si, por vezes acaba por ser questionável.

Apesar de nem todos os cinéfilos serem fãs desse tipo de filme, no entanto, a verdade é que algumas dessas produções realmente valem a atenção de quem quer que seja. Isso porque apesar do aspecto “trash”, alguns títulos trazem conteúdo criativo e por vezes, bem interessantes. Para ilustrar isso, apresentamos a seguir uma lista com alguns exemplos. Confira!

Filmes B que você provavelmente vai querer (e deveria) assistir

À Prova de Morte (Death Proof)

Quentin Tarantino é um dos mais renomados diretores da atualidade. Conhecido pela qualidade dos diálogos e aspecto sangrento de seus filmes, ele também já se aventurou no universo do dito “Cinema B”, sendo inclusive, um dos amantes do gênero.

Reza a lenda que o projeto saiu de uma reunião madrugada afora realizada na casa do diretor, onde também esteve presente o amigo Robert Rodriguez. Daí surgiu o projeto “Grindhouse”, que mais tarde traria médias metragens, divididos por trailers falsos.

Em “À Prova de Morte”, filme conhecido do projeto, um emblemático personagem conhecido como “Stuntman Mike”, ou “Dublê Mike”, persegue mulheres jovens e as mata com um possante carro envenenado. O rastro de violência deixado no caminho, não deixa dúvidas de que se trata de um filme com selo Tarantino.

Ataque ao Prédio (Attack the Block)

Aqui temos um filme que mescla terror e humor, apresentando um ponto de vista curioso sobre a temática de invasão alienígena. A história mostra um bairro de periferia em Londres, onde delinquentes crescem em meio à criminalidade.

Quando a queda de pequenos meteoros agita o lugar e seres extraterrestres despertam como ameaça, os moradores precisam estudar o que fazer para se livrarem do iminente problema.

A obra mescla terror com ficção científica, trazendo uma pitada do bom humor inglês. Não por acaso, já foi descrito como uma mistura de “Cidade de Deus” com “Independence Day”. Um detalhe curioso é que o filme foi um dos responsáveis por colocar John Boyega (de Star Wars: O Despertar da Força) no radar de Hollywood.

Leia também:

Todo Mundo Quase Morto (Shaun of the Dead)

Quando ainda era desconhecido, o produtor de “Ataque ao Prédio” já havia lançado um bom filme com características de “Cinema B”. A obra em questão é esse “Todo Mundo Quase Morto”, que com um humor ácido, traz um olhar icônico sobre o tema relacionado a zumbis, cada vez mais em alta na atualidade.

Considerado um dos melhores dos últimos tempos, o filme mostra a história de Shaun, um perdedor que sempre leva a namorada no mesmo pub e prefere se divertir com um amigo imprestável em vez de assumir a vida adulta. Quando um apocalipse zumbi surge, no entanto, ele precisa assumir seu papel em meio a toda confusão.

Splice – A Nova Espécie

Aqui temos um sci-fi que traz um ar fresco sobre o gênero, mostrando, ainda que com poucos recursos, a história de dois cientistas que criam uma nova forma de vida em laboratório e decidem criar a pequena criatura como a filha que nunca tiveram, uma vez que ela atinge uma aparência humana.

O casal de protagonista é interpretado por Adrien Brody – sim, vencedor do Oscar – e por Sarah Polley, reconhecida pelos elogiados trabalhos que tem em seu currículo.

Arraste-me Para o Inferno (Drag me to Hell)

Aqui temos o filme que recolocou Sam Raimi na rota do “Cinema B”. Depois de começar a carreira com o trash “Evil Dead”, ele ganhou destaque e despontou em Hollywood como um dos grandes apostas, o que o colocou à frente da primeira trilogia da Sony com o “Homem-Aranha”.

Quando o terceiro episódio da franquia heroica ficou aquém do esperado, ele resolveu voltar às raízes, e foi aí que entregou ao público o cultuado “Arraste-me Para o Inferno”.

A história do filme gira em torno de uma funcionária de banco que nega empréstimo a uma velha cigana, que humilhada, lhe joga uma maldição. A comédia ácida e o terror caminham lado a lado na obra.




Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: