Topo

Imposto de Renda - Erros Comuns na Hora da Declaração

Comente

Nascer, crescer e morrer são leis da vida que todo ser humano passa. Entretanto, trabalhar se torna uma delas! É impossível viver atualmente sem a renda, pois tudo é a base do dinheiro. São 11 meses de trabalho anualmente e 1 mês de férias para todos os trabalhadores. Além disso, boa parte dos seus ganhos é utilizada para pagar diversos impostos, entre eles o Imposto de Renda e o IPVA.

O que é Imposto de Renda?

imposto-de-renda

O imposto sobre o rendimento é uma taxa que o Governo Federal cobra anualmente sobre todas as pessoas físicas e jurídicas. Diversos países no mundo inteiro deduzem este valor do salário que é para, teoricamente, melhorar a qualidade de vida no sistema público.

Cada contribuinte faz parte de uma classe diferente de uma tabela, ou seja, quanto mais ganha, mais paga ao Governo. Este sistema está em vigor no país desde 1922, quando após muito tempo de estudos, conseguiram achar a melhor forma de cobrar este imposto dos brasileiros.

A primeira vez na história que ele surgiu foi na Inglaterra, que utilizou a cobrança sobre o salário para conseguir melhorar o armamento e bater de frente ao governo Napoleônico. Eles obrigavam os ingleses a dar suporte e realizam a cena.

Como declarar Imposto de Renda?

A declaração do imposto de renda é feita pela tela do computador atualmente. Isso facilita para todos. Para saber quanto tem que declarar, é preciso ver a tabela de salários e a porcentagem que é deduzida mensalmente do seu salário.

Após isto, o contribuinte deve verificar todos os gastos e entradas, bem como investimentos. Tudo deve ser declarado no imposto de renda. E é justamente por ser um pouco complexo, que muitas pessoas cometem erros.

Erros comuns na declaração do Imposto de Renda

Muitas pessoas pecam na hora de declarar o Imposto de Renda. São erros de desatenção, mas há erros por falta de informação. Separamos alguns que são mais comuns, de forma a te auxiliar a evitá-los no futuro.

Dependendo do erro, as consequências podem ser ruins e causar verdadeiras dores de cabeça, sempre bom declarar com calma e muita atenção.

Confira!

Confusão na pontuação

No dia-a-dia, não nos atentamos a pontuação utilizada para dividir as casas dos valores monetários. Há pessoas que colocam vírgulas, outra que colocam ponto final, mas no fim todos se entendem.

O programa do Imposto de Renda só consegue ler a vírgula na divisão dos reais e dos centavos! Muitas pessoas colocam ponto e isso cria problemas.

Declaração incompleta

Todas as pessoas devem colocar no Imposto de Renda tudo que foi recebido, desde doações até aluguéis. Pessoas que trabalham com Bolsa de Valores e afins também devem detalhar os investimentos e o retorno de cada um.

Errar o tipo de rendimento

Muitas pessoas confundem os tipos de rendimentos e declaram os ganhos nos locais errados. Por exemplo, aqueles que ganharam algum valor por loteria ou plano de capitalização costumam colocar na ficha de “Rendimentos Tributáveis”, enquanto deveriam, na verdade, colocar na “Rendimentos Sujeitos à Tributação Exclusiva /Definitiva”.


Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: