Topo

Ritinha não é a única mocinha politicamente incorreta de Gloria Perez - relembre

Comente

A novela “A Força do Querer” vem se destacando na Rede Globo. E uma das personagens que estão chamando a atenção do público desde o início da trama é Ritinha, a sereia de interpretada por Ísis Valverde. “É sedutora, assim como as sereias. Vive a euforia da juventude. Deseja experimentar de tudo, conhecer outros lugares, aproveitar o que a vida tem para oferecer”, assim é descrita a personagem.

Isso tudo para não falar diretamente sobre seu comportamento politicamente incorreto – uma jovem que para alcançar seus objetivos, não pensa duas vezes antes de mentir, dissimular, fingir, enganar e passar por cima dos outros, inclusive do homem que ama e da própria família.

Mas algo de que nem todos os fãs de novela se lembram, é que a personagem Ritinha é só mais uma das criações da autora Glória Perez que segue esse caminho. Ao analisar outras de suas protagonistas, é possível perceber que todas seguem uma linha similar à de Ritinha.

Veja também:

Veja a seguir algumas delas.

 Clara e Dara mocinhas politicamente incorretas das novelas de Glorias Perez

Clara

A personagem Clara, foi interpretada pela atriz Claudia Abreu na novela “Barriga de Aluguel”. Ela era uma moça ingênua que se achava esperta, mas uma das características mais marcante da personagem era sua capacidade de acreditar, de manter as esperanças em meio a todos os desastres. Ela fazia isso mesmo que precisasse mentir e enganar, mas tudo com ar de pureza, assim como Ritinha.

Dara

Dara foi interpretada pela atriz Tereza Seiblitz na novela “Explode Coração”. Ela era uma jovem cigana que vivia em conflito com seu povo. E o conflito não era por ela ter vergonha das origens, na verdade ela até se orgulhava de ser uma cigana.

A questão é que ela não aceitava se submeter às leis de seu povo, que não permitia que a mulher estudasse nem trabalhasse e exigia que se casasse virgem com o cigano escolhido pelos pais e fosse submissa ao marido. Dara buscava liberdade sem deixar de ser cigana.

Jade e Sol mocinhas politicamente incorretas das novelas de Glorias Perez

Jade

Jade foi interpretada pela atriz Giovanna Antonelli na novela “O Clone”. Ela era uma jovem de temperamento forte e decidido, mas vivia entre o conflito de viver em dois mundos, com culturas diferentes.

Jade não se sentia muçulmana nem brasileira, sendo uma jovem romântica, astuta, esperta e que enfrentava as dificuldades em busca de realização pessoal. Mas ela era apaixonada por um ocidental, a ponto de enfrentar a família muçulmana em nome do amor.

Sol

Sol foi interpretada pela atriz Deborah Secco na novela “América”. Ela era uma jovem impetuosa e extrovertida, dona de temperamento fantasioso, a ponto de correr grandes riscos por algo que não poderia dar certo. Sol vivia em busca de emoções, sem se prender a nada nem a ninguém que a desviasse de seu projeto de vencer na vida, mas sempre era traída por seu coração.

Maya e Morena mocinhas politicamente incorretas das novelas de Glorias Perez

Maya

Maya foi interpretada pela atriz Juliana Paes na novela “Caminho das Índias”. Ela era uma jovem forte e alegre que fazia parte de uma tradicional família da casta de comerciantes indianos. Seus pais escolheram um marido ideal, porém, ela inicialmente acabou se apaixonando por outro, sendo capaz de passar por cima de tudo para saciar seus desejos.

Morena

Morena foi interpretada por Nanda Costa na novela “Salve Jorge”. A jovem era vivaz e de personalidade forte, mas precisou amadurecer cedo. Sem ouvir nenhum conselho ela jogou tudo pro ar em busca de seus sonhos. Em busca de algo melhor, portanto, acabou sendo vítima de tráfico humano.

Outras personagens

A autora Glória Perez teve ainda muitas outras personagens muito parecidas com Ritinha, sendo elas, Carmem, interpretada pela atriz Lucélia Santos da novela “Carmem”, Anna de Assis, interpretada pela atriz Vera Fischer na minissérie “Desejo”, Hilda, interpretada pela atriz Ana Paula Arósio na minissérie “Hilda Furacão” e Delzuíte interpretada pela atriz Giovanna Antonelli na minissérie “Amazônia, de Galvez a Chico Mendes”.


Comentários (1) Postar um Comentário

marcos comentou:

e muito legal isto ss.maridoealuguel.com


Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: