Topo

Microsoft anuncia sucessor do Internet Explorer e recurso pra transformar celular em PC

5.00 / 5 - 1
Comente

Em evento ocorrido na última quarta-feira (29), a Microsoft anunciou ao mundo o nome de seu aguardado navegador que aposentará o Internet Explorer. Trata-se do Microsoft Edge, que vinha sendo chamado de “Project Spartan” enquanto estava em fase de desenvolvimento.

Além do novo browser a empresa de Bill Gates também revelou um recurso batizado de “Continuum”, que acompanhará o Windows 10 e será capaz de transformar os dispositivos móveis em “pequenos computadores”. A seguir você pode conferir os detalhes sobre as novidades.

Veja tudo sobre o Microsoft Edge e sobre o recurso Continuum

microsoft-continuum

Microsoft Edge

Segundo as informações divulgadas pela Microsoft, o Edge é um broser focado na produtividade. Seu nome inclusive, é uma espécie de referência a “estar na fronteira entre consumir e criar”, sendo ainda derivado da engine de renderização que a empresa está utilizando no Windows 10, batizada de “EdgeHTML”.

Entre os recursos oferecidos pelo navegador, está a possibilidade de fazer anotações nas páginas visitadas, além de um modo de leitura sem distrações e a assistente virtual da empresa, a Cortana. Não obstante, o Edge também será capaz de usar extensões assim como o Chrome e o Firefox.

No evento inclusive, a empresa fez questão de mostrar o navegador utilizando “com apenas algumas modificações” uma extensão feita originalmente para o Google Chrome.

Vale ressaltar que a empresa ainda pretende manter o suporte ao Internet Explorer para as empresas que já fazem uso do mesmo, apesar disso, o navegador padrão do novíssimo e badalado Windows 10, será mesmo o Microsoft Edge.

Leia também:

Microsoft e seu novo recurso “Continuum”

Agora em relação ao Continuum, a novidade fica por conta da já mencionada possibilidade de fazer os dispositivos móveis funcionarem como verdadeiros PC’s.

Com o recurso os usuários poderão, por exemplo, fazer uso de teclados e mouses para um controle mais completo dos aplicativos e funcionalidades. Além disso, também será possível conectar o dispositivo a televisores e monitores por meio de uma entrada HDMI.

Diante disso, os aplicativos não apenas poderão ser carregados em dimensões maiores, como também funcionarão como se de fato estivessem sendo executados por um computador, tendo em vista que o próprio Windows 10 conta com um sistema de reconhecimento automático do “modo desktop”.

Vale ressaltar aqui que o fato de o dispositivo móvel funcionar como um PC não o tornará capaz de executar qualquer programa desenvolvido originalmente para computadores, ou seja, por enquanto o funcionamento ficará restrito ao uso de aplicativos universais.

Em todo o caso, com a crescente gama de ferramentas e aplicações sendo desenvolvidas na atualidade, esse é sem dúvida um recurso que agregará bastante ao dia a dia de quem precisa ter maior controle na execução de softwares, tais como os de composição e edição de textos e até os de streaming de vídeos, por exemplo.




Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: