Topo

HD SSD: Confira alguns sinais de que ele pode estragar em breve

Comente

Uma peça que se tornou cada vez mais importante e presente dentro dos equipamentos como PCs e notebooks é o HD SSD. Este é um tipo diferente de disco rígido que surgiu basicamente para assumir o lugar dos HDs antigos. Mas, antes de entrar nestes detalhes, é muito importante deixar claro qual é a função real de um HD dentro de qualquer computador, bem como o impacto que ele acaba tendo no sistema como um todo. 

O HD, ou disco rígido, é basicamente um dispositivo de armazenamento de dados que está presente para manter dados, ao mesmo tempo que permitir que estes mesmos sejam recuperados na medida que os computadores vão sendo utilizados. Mas, mais do que simplesmente manter estes dados, o HD também precisa ter tecnologias que permitam com que eles sejam acessados rapidamente. Quando isso acontece, o sistema funciona de uma forma realmente muito mais efetiva. 

Já o HD SSD traz uma tecnologia nova que permite com que estes dispositivos sejam muito mais estáveis do que os seus anteriores, além de serem também menos propensos do que os HDs tradicionais. E um dos principais motivos é o fato da construção dos mesmos, que não contam com peças mecânicas móveis (agulhas e discos). 

Veja também:

Mas, mesmo com toda essa tecnologia, os SSDs não podem ser considerados como 100% infalíveis. Em relação a sua vida útil, acaba sendo muito próximo dos modelos antigos, ficando entre 5 e 10 anos, mas muitos SSDs acabam falhando ou se corrompendo antes mesmo deste período.

E como se trata do dispositivo que mantém todos os dados dos usuários, é muito importante que as pessoas realizem os famosos backups de tempos em tempos. Hoje em dia o procedimento se torna muito mais fácil, uma vez que as pessoas podem enviar os seus arquivos diretamente para a nuvem. Mas, mesmo assim, é importante garantir que os dados realmente que não poderão ser recuperados estejam salvos. 

HD SSD: Confira alguns sinais de que ele pode estragar em breve

Confira alguns sinais de que o seu SSD pode estar próximo de apresentar alguma falha fatal:

Sistemas de arquivos corrompidos

Antes de mais nada, é sempre muito importante ficar de olho nas possíveis mensagens de erro que possam aparecer ao longo da utilização do Windows. Sempre que o sistema operacional lança uma notificação ou mensagem de erro para reparar o sistema de arquivos, isso significa que algo está seriamente errado com o sistema ou com o próprio SSD.

Mesmo que, em determinados casos, essas mensagens possam se r consideradas como um “falso positivo”, é importante nunca ignorar este tipo de aviso e iniciar algumas investigações para saber se os arquivos realmente estão sendo gravados e recuperados da forma correta. Existem algumas ferramentas de recuperação de HD disponíveis, tanto de um modo geral quanto também desenvolvido pelos próprios fabricantes do HD. 

Presença de Bad Blocks

Os Bad Blocks podem ser considerados como setores/blocos defeituosos no HD. Você não pode ler nem gravar dados em um bloco, portanto, o efeito de Bad Blocks no SSD pode ser grave, como mencionamos anteriormente. Seu SSD pode ficar corrompido ou pode falhar devido aos blocos defeituosos, levando à perda permanente de dados.

Para resolver este tipo de problema, é recomendado que as pessoas utilizem ferramentas de recuperação de dados, como o Stellar Data Recovery. Estes softwares conseguem escanear seu SSD em busca de blocos defeituosos. Caso seja preciso, o mesmo software pode realizar o procedimento de clonagem do SSD, para garantir que os dados que ainda podem ser acessados realmente não se percam em virtude de uma falha fatal. 

Panes graves no sistema

Outro indicativo de que o SSD possa estar apresentando alguns problemas é quando o usuário enfrenta uma pane no sistema que pode ser considerada como grave. Isso acontece quando o computador se reinicia sozinho por exemplo, ou ainda quando as pessoas enfrentam a temida “tela azul” do Windows. 

Mas, também é importante salientar que este pode ser um problema indicando o mau funcionamento de outras peças do computador, e não apenas o HD. Por isso, pode ser interessante iniciar uma verificação completa ou ainda levar o computador até um técnico especializado para fazer uma avaliação geral do que está acontecendo. 

Entrada no modo leitura

Mesmo sendo considerado como algo raro de acontecer em um HD do tipo SSD, pode ser que em determinado momento ele entre no modo “somente leitura”. Neste caso, as pessoas poderão apenas ler os arquivos, mas não poderão salvar ou fazer qualquer tipo de procedimento de gravação. E como muitos programas fazem este tipo de operação por de baixo dos panos, o funcionamento do sistema pode se tornar prejudicado como um todo. 

Caso isso aconteça, é importante aproveitar que ele ainda está no modo leitura para recuperar e salvar todos os dados, e depois levar o computador para um técnico.


Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: