Topo

Aplicativo Lulu fica indisponível nas 'app store' brasileiras

Comente

A cada dia que passa se torna mais assustador o número de ideias inusitadas que acabam dando certo no ambiente virtual, a constante evolução tecnológica tem trazido à tona serviços bizarros, e outros no minimo polêmicos.

Desde o final do último ano, um conceito em especial tem gerado muito burburinho e até mesmo processos no âmbito judicial, tudo começou com o surgimento de um aplicativo batizado como Lulu, criado pela empresa Luluvise.

O aplicativo foi criado visando permitir que mulheres realizem avaliações até mesmo quanto à performance sexual dos homens, e compartilhem essas avaliações com amigas, o ponto mais polêmico, entretanto, é o fato de que os homens se tornavam objeto de avaliação sem que sequer ficassem sabendo.

A mulher que fazia login no app, tinha a opção de importar todos os homens de sua lista de amigos do Facebook, iniciando assim a avaliação, algo que naturalmente gerou uma enorme insatisfação nos homens, além, é claro, de algumas tentativas de revide.

Leia também:

Aplicativo Lulu fica indisponível nas ‘app store’ brasileiras

app-lulu-indisonivel-na-app-store

Com o passar do tempo, a polêmica envolvendo o aplicativo Lulu foi se tornando insustentável por si só, de modo que muitos dos homens avaliados que se sentiram prejudicados, entraram com ação judicial visando boicotar o aplicativo em terras brasileiras, uma atitude que aparentemente tem dado resultados.

De acordo com a empresa por trás do aplicativo, desde o final de dezembro, a empresa retirou o aplicativo das principais App store do País. As últimas informações dão conta de que a remoção se deu logo após o app ter sido forçado a realizar uma mudança funcional em seu sistema, acabando com a possibilidade de avaliação anônima, o que naturalmente reduziu o apelo feminino pelo uso do mesmo.

Apesar de não estar disponível nas app stores brasileiras, o aplicativo segue disponível nas lojas gringas, e a empresa não descarta a volta ao Brasil em breve. De acordo com as informações disponíveis, a empresa está apenas renovando o produto para que possa oferecê-lo novamente no País.

A informação de que a empresa não desistiu do mercado brasileiro faz todo sentido, uma vez que o app havia recebido recentemente uma versão em português, além do que, o sucesso da ferramenta entre as brasileiras vinha sendo extremamente agressivo.

Apesar do grande apelo do público feminino e demanda crescente no Brasil, o Lulu precisará se adequar cada vez mais às leis vigentes no País se desejar ter vida longa por aqui, e a julgar pelo que a rapaziada pensa a respeito da ferramenta, a missão da empresa não será das mais fáceis. E você, o que acha desse tipo de aplicativo?




Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: