Topo

Confira algumas curiosidades sobre o ato de bocejar

Comente

Quando as pessoas estão cansadas, uma série de funcionalidades acabam sendo adormecidas pelo corpo lentamente, fazendo com que ela tenha menor capacidade de atenção, reaja mais devagar ao que acontece ao seu redor, etc. Os movimentos do organismo, de uma forma geral, também ficam mais devagar, inclusive aqueles que são responsáveis pela respiração.

Desta forma, o bocejo surge como uma necessidade do corpo de colocar para dentro o oxigênio necessário para que o corpo continue funcionando da forma adequada e se mantenha desperto. Isso acontece justamente porque o funcionamento do organismo está mais lento e as pessoas acabam respirando mais devagar.

Confira algumas curiosidades sobre o ato de bocejar

Confira algumas curiosidades sobre o ato de respirar:

Muitas vezes

Veja também:

Bocejar é um movimento involuntário, mas que acaba despertando a atenção das pessoas na maioria das vezes que ele acontece, diferentemente do piscar, por exemplo. E o bocejo acontece muitas vezes durante a vida de uma pessoa. Pesquisadores acreditam que os humanos bocejam, em média, 250 mil vezes.

Tamanho do cérebro

Não são apenas os humanos que bocejam, e isso a grande maioria das pessoas sabem. Afinal de contas, quem nunca parou o que estava fazendo para admirar o bocejo simpático de um cachorro? Mas o que muitos não sabem é que o tempo que leva o bocejo é diferente de espécie para espécie, e está diretamente relacionado ao tamanho do cérebro. Portanto, aquelas criaturas que possuem cérebro maior acabam ficando com um bocejo mais longo também.

Resfriando

Além de colocar oxigênio para dentro do corpo e manter o organismo funcionando, uma outra função do bocejo é resfriar o cérebro. Dessa forma, mesmo cansado as pessoas costumam pensar com mais clareza e conseguir ficar mais concentrada depois de um bocejo, mesmo quando elas estão cansadas.

Bocejo antes de nascer

Hoje em dia as mais conseguem acompanhar com um nível de detalhe impressionante o que está acontecendo dentro do seu corpo quando está grávida, acompanhando o passo a passo do desenvolvimento da criança. E existem vários flagrantes dos bebes que estão sendo gestados bocejando. De acordo com os médicos, a partir das 11 semanas de vida eles já apresentam este comportamento.

Contagiante

Pesquisadores encontraram um possível motivo para o fato do bocejo ser algo contagiante. Um estudo recente conduzido por cientistas da Universidade de Nottingham, na Inglaterra, apontou que o bocejo é resultado de reflexos primitivos no córtex motor primário, uma área do cérebro responsável por nossas funções motoras. Esse mesmo estudo revelou que, quando vemos alguém bocejando, nós somos péssimos em resistir ao impulso de bocejar também — especialmente quando nos pedem para não fazer isso.




Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: