Topo

Barbie: Conheça a história por trás da boneca mais famosa do mundo

Comente

Quando falamos de brinquedos que fizeram sucesso entre as crianças no mundo inteiro, a boneca Barbie é realmente uma das mais conhecidas e populares do planeta. Ela se tornou praticamente uma representante do mundo das bonecas, e, como não poderia deixar de ser, acabou sendo copiada por uma série de outras empresas com o passar dos anos. 

Mas, como todo produto que consegue fazer muito sucesso no mundo inteiro, a Barbie também não escapou de uma série de polêmicas. Muitas pessoas também costumam acusar o brinquedo de acabar criando uma imagem do que pode ser considerado como uma mulher ideal, excluindo as pessoas que não possuem aquelas feições. 

Recentemente foi anunciado um novo filme inspirado no universo da Barbie, mas sendo interpretado por pessoas reais, ao contrário dos filmes anteriores que eram animações. E isso acabou fazendo com que o nome Barbie se tornasse novamente um dos mais procurados na internet. 

Conheça um pouco melhor sobre a história deste brinquedo que conseguiu dominar o planeta:

Qual foi a inspiração para a Barbie?

Muitas pessoas acreditam que a Barbie é uma das criações da Disney, mas essa é uma das grandes marcas do mundo infantil que este grande conglomerado ainda não possui os direitos. Além disso, as inspirações para essa boneca são bem antigas. De acordo com as informações oficiais relacionadas a criação da Barbie, a boneca surgiu nos Estados Unidos, na década de 50. 

De uma forma geral, mesmo sendo americana, a Barbie possui profundas raízes europeias. A criadora da boneca, que se chamava Ruth Handler, teve a ideia enquanto passeava com sua filha na Suíça, no ano de 1956, quando se depararam com uma boneca que era muito famosa naquele país, chamada Bild Lilli. 

Por outro lado, essa boneca que foi encontrada na Suíça era uma versão concreta de um desenho que originalmente era publicado em um jornal alemão chamado de Bild-Zeitung . Este desenho existia desde o ano de 1952 e mostrava uma mulher jovem e independente, que trabalhava como secretaria em uma empresa e às vezes se relacionava com homens mais velhos. 

Ainda de acordo com essa história, que acabou se tornando a oficial, Ruth levou essas bonecas europeias para casa nos Estados Unidos. Em seu país, decidiu fabricar uma boneca muito parecida. O brinquedo conquistou a simpatia do marido de Ruth, que se tornou o seu parceiro de negócios. Oficialmente a primeira Barbie nasceu no ano de 1959. 

Outro detalhe em relação a origem do nome: Barbie acabou vindo de Barbara, que era a filha do casal. 

O começo da produção

Barbie: Conheça a história por trás da boneca mais famosa do mundo

A boneca começou a ser fabricada na empresa de Elliot Handler, marido de Ruth, que era a Mattel. Oficialmente a companhia de brinquedos já existia desde os anos de 1940, por isso eles já tinham uma boa experiencia em relação a produção de brinquedos de uma forma geral. A Barbie foi vista, desde sempre, como uma grande promessa dentro da empresa. Tanto é que teve um grande destaque durante o evento American International Toy Fair, em Nova York, em 9 de março de 1959. 

No evento, a versão que foi apresentada da Barbie foi uma boneca de plástico vestida com um maio listrado, batom vermelho e o rabo de cavalo. Ela também foi apresentada em duas versões diferentes, sendo uma delas com o cabelo loiro e a outra com o cabelo castanho. A boneca foi considerada um tanto quando atrevida para a década de 1950. 

E isso não era apenas em relação a roupa que ela estava utilizando, mas também pela história que foi criada como background da boneca, que seria uma mulher jovem, solteira e sem filhos. A aposta acabou sendo um grande sucesso, sendo que apenas essa primeira boneca, que na época custava cerca de 3 dólares, vendeu cerca de 350 mil cópias. 

Polêmicas e críticas da Barbie

O grande sucesso dessa boneca também veio com uma série de críticas e polêmicas. Ela desde sempre foi alvo de algum grupo. Os mais conservadores, nos seus primeiros anos, acreditavam que ela vestia roupas muito curtas e que poderia se tornar uma má influencia para as meninas. 

Posteriormente, ela passou a se tornar alvo dos grupos que defendem as causas feministas, já que ela foi claramente projetada a partir de um fenótipo claramente de uma pessoa branca, não priorizando a diversidade. Além disso, a boneca também era acusada de impor ideais restritivos às crianças que as possuíam — como a concepção de que pessoas brancas seriam mais bonitas que negras.

O corpo da boneca também sempre sofreu muitas críticas, uma vez que seria completamente irreal quando comparado aos corpos femininos reais. Foram feitas até mesmo pesquisas que compararam as medidas da boneca com as pessoas da vida real e que afirmaram que seria impossível uma mulher ter tão pouca gordura no corpo. 


Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: