Topo

Praticar exercícios físicos regularmente ajudam para uma boa memória

Comente

Há muito tempo se fala a respeito da importância dos exercícios físicos para a saúde, entretanto, a cada dia que passa, aumenta o leque de benefícios que podem ser proporcionados por esse tipo de prática.

Já na década dos anos 90, pesquisadores acreditavam que os exercícios físicos poderia trazer, entre outros benefícios, uma grande melhora no que diz respeito às funções cerebrais, à época, foi comprovado através de pesquisa feita com camundongos, que os animais que praticavam corridas diariamente registravam um significativo aumento nos números de células relacionadas à memória, isso comparando com os animais que não praticavam a corrida.

Na sequência você entende um pouco mais sobre como esse tipo de pesquisa tem influenciado a crença de cientistas em relação à boa saúde da memória associada à prática de exercícios físicos.

Praticar exercícios físicos regularmente ajudam para uma boa memória

exercicios-fisicos-ajudam-a-memoria

Desde que os cientistas obtiveram os primeiros resultados que mostravam uma melhora nas funções cerebrais com a prática dos exercícios, eles começaram a trabalhar para entender como os exercícios físicos podem melhorar a memória, realizando então pesquisas que tinham como base a prática de diferentes tipos de exercícios, tais como aeróbicos e de força.

A partir da realização de novos estudos, tanto com humanos, quanto com animais foi constatado que a pratica de atividades físicas melhora consideravelmente a memória, e graças a esses novos resultados das pesquisas, os idosos possuem agora um novo incentivo, já que é nessa fase que ocorre o declínio cognitivo.

Leia também:

Graças às últimas pesquisas, foi constatado que diferentes tipos de exercícios podem afetar de forma diferente o cérebro, um recente estudo foi capaz de deixar ainda mais clara essa questão.

No estudo realizado com humanos foram recrutados mulheres com idade entre 70 e 80 anos com comprometimento leve das funções cognitivas sendo consideradas como pessoas sob risco de demência, os voluntários participaram de atividades físicas duas vezes por semana.

Atividades como aeróbica, ou de resistência muscular com esses pacientes resultaram em melhoras no teste de memória, entretanto, houveram variações nas melhoras. As mulheres que praticaram apenas aeróbica tiveram uma melhora na memória verbal, enquanto que os de força revelaram melhoras na memória espacial.

Esses resultados estão totalmente de acordo com os resultados colhidos com a pesquisa feita com ratos que praticam exercícios de aeróbica e força, no caso dos ratos as melhores foram observadas depois de 6 semanas de exercícios.


Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: