Topo

Dor no ciático: Saiba o que é e como tratar

Comente

Uma dor que muitas pessoas alegam ter ao longo da sua vida é aquela localizada no nervo ciático. Este é um tipo de problema que se tornou tão comum no dia a dia da população que acabou se transformando em algo rotineiro, sendo passado adiante nas famílias mesmo que as pessoas acabem não sabendo ao certo o que realmente significa estar com uma dor neste local. 

O que é o nervo ciático

Antes de mais nada, para conseguir entender o que significa sentir uma dor no ciático, é fundamental entender realmente o que é o ciático. Este é considerado como o maior nervo do corpo humano, sendo formato por diversas outras raízes nervosas. Em comum, todas elas saem diretamente da coluna vertebral. 

Dor no ciático: Saiba o que é e como tratar

O nervo ciático tem como principal localização o fato de começar no final da coluna, passando pelos glúteos, parte superior da coxa e, quando chega no joelho, se divide entre nervo tibial e fibular comum, e chega até os pés. Portanto, quando as pessoas reclamam de algum problema no ciático elas geralmente estão se referindo a uma dor que pode se localizar em qualquer um dos pontos deste trajeto. Além da dor, as pessoas também podem sentir outros sintomas, como formigamento, pontadas ou choques elétricos. 

Veja também:

A dor geralmente surge quando existe a compressão ou a inflamação deste nervo. É importante ressaltar também que nem sempre a dor acaba sendo localizada em um local dentro deste caminho, ela pode acabar sendo sentida em outras partes do corpo, como o fundo das costas, o glúteo ou nas pernas. Além disso, a dor também pode acabar impedindo que a pessoa consiga manter a coluna ereta por muito tempo ou até mesmo andar com conforto. 

Principais sintomas de inflamação no ciático

Existem diversos sintomas que podem indicar que alguma coisa realmente não está bem com o nervo ciático. Essa dor no fundo das costas que acaba irradiando para a região dos glúteos ou uma das pernas acaba sendo o mais comum dos sintomas, especialmente quando essa dor acaba sendo sentida em momentos nos quais as pessoas não estão fazendo um esforço localizado, como em repouso. 

Mas determinados movimentos podem acabar tornando mais aguda essa dor. Quando as pessoas vão sentar, por exemplo, elas tendem a sentir uma dor mais localizada em um dos pontos das costas. Além disso, a sensação de choques elétricos ou queimação no glúteo ou em uma das pernas também acaba sendo um dos sintomas mais comuns. 

Dicas para aliviar as dores no ciático

- Pomada anti-inflamatória

Antes de mais nada, uma das principais estratégias para as pessoas que estão sofrendo com as dores espalhadas pelo corpo e que tem origem no nervo ciático é justamente utilizar as pomadas que são consideradas como anti-inflamatórias. Dentre as pomadas que costumam ser utilizadas com mais frequência para o tratamento deste tipo de dor estão a diclofenaco e também a piroxicam. 

Uma das principais características dessas pomadas é o fato de que elas podem ser compradas basicamente em qualquer farmácia, não sendo preciso também apresentar qualquer tipo de receita. Para que ela funcione de uma forma mais efetiva, é importante que ela seja aplicada pelo menos duas vezes por dia, diretamente no local da dor, com uma leve massagem. 

- Fazer alongamentos localizados

Este é um passo importante mas que deve ser feito de uma forma mais preventiva, uma vez que as pessoas não vão conseguir fazer alongamentos quando estiverem passando por uma crise mais severa de dor. Estes alongamentos devem ser feitos de uma forma localizada, ou seja, trabalhando os músculos que acabam sendo atingidos por este nervo, como a coluna lombar, coxas e glúteos. 

Uma dica interessante de alongamento é ficar deitado de barriga para cima, com os joelhos dobrados, segurar uma perna de cada vez, aproximando o joelho do peito, enquanto sente a coluna lombar alongar. Depois, fazer o mesmo com a outra perna, ainda que não tenha dor nesse lado. Manter este alongamento por cerca de 30 segundos. Repetir 3 vezes, descansando alguns segundos entre cada alongamento.

Alguns exercícios de pilates podem ajudar a fortalecer os músculos atingidos. Uma forma de fazer isso é ficar deitado de barriga para cima, com os joelhos dobrados e encolher a barriga, trazendo o umbigo em direção às costas, e manter essa contração abdominal enquanto respira normalmente. 

- Aplicar compressas quentes

Essa é mais uma estratégia que deve ser feita quando as pessoas estão enfrentando as crises de dores. Basta colocar uma bolsa de água quente no final da coluna ou diretamente no local da dor. Ela vai ajudar muito a relaxar a musculatura, além de aumentar a liberação de endorfinas que promovem o bem-estar de um modo geral.


Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: