Topo

Dicas de como fugir das dores no ciático

Comente

O ato de sentir dores latejantes ao andar, ou simplesmente por estar sentado pode ser um reflexo do nervo ciático. Este é o maior nervo do corpo humano e começa nos últimos espaços existentes entre as vértebras da coluna lombar, se ramificando até os membros inferiores, passando pela bacia. Este é o caminho o qual a dor se irradia, e de forma geral, o desconforto é tamanho que leves movimentos ficam travados. O ato de caminhar também poderá ficar complicado, já que é difícil jogar o peso das pernas nos pés durante as crises.

Esta dor é um resultado da compressão do nervo, como ocorre em situações de hérnia de disco, ou ainda por ficar em uma postura incorreta. A dor no ciático poderá piorar ou melhorar em alguns movimentos ou algumas posições, algo bem diferente da cólica renal, que é algo constante e não melhora conforme a mudança de posição.

Dicas de como fugir das dores no ciático

Não existem fatores decisivos para as dores do ciático, elas poderão ser um resultado da obesidade, sedentarismo, e má postura, ou até mesmo alguns tipos de artroses degenerativas.

Como é feito o exame?

Veja também:

Para que ocorra a identificação do problema, primeiramente é feito um teste conhecido como teste de Lasegue, onde o paciente fica deitado e um dos membros inferiores, é levantado. A dor do ciático começa a surgir quando o membro atinge um ângulo de 30 graus com a maca. Existe ainda a possibilidade de ocorrer um exame radiográfico para verificar o nível existente de compressão dos nervos, mas o mais importante é a Ressonância Magnética.

Os tratamentos

Para resolver o problema são muitas as possibilidades de tratamentos, sejam eles cirúrgicos e não cirúrgicos. A forma cirúrgica com uma melhor evolução do paciente após este procedimento é conhecida como artrodese, o que consiste em uma fixação com parafusos e hastes para abrir o espaço onde ocorre a compressão dos nervos.

Quem não quer encarar o bisturi, a melhor pedida é o pilates, o método é bastante eficiente e bastante procurado. A prática é um pouco diferente do que a praticada nas academias. Os exercícios deverão ser acompanhados por profissionais fisioterapeutas e direcionados a resolução deste problema. A recuperação deste processo é bastante lenta, e os resultados aparecem em um mês depois do começo do tratamento.

Como prevenir as dores?

De acordo com especialistas, existe a possibilidade de amenizar as dores do nervo, antes que elas possam ficar insuportáveis. Vale a pena apostar em uma reeducação alimentar, evitando desta forma o sobrepeso, e os exercícios físicos para eliminar a sobrecarga e ainda não prejudicar a postura. Utilizar cadeiras de trabalho de qualidade são a melhor alternativa para manter as dores longe, por isso evite cadeiras que permitam movimentos exagerados, como as que arcam demais para trás. Ter um bom apoio, como almofadas, para ser colocado atrás dos joelhos enquanto estiver sentado ou deitado também é uma ótima pedida para não forçar o nervo.




Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: