Topo

5 coisas que você precisa saber sobre o azeite

Comente

Assim como o vinho, o azeite possui uma certa complexidade, podendo mudar de sabor dependendo do tipo de azeitona e época da colheita, o que pode até levar o produto a estragar mais rapidamente se não armazenado de forma correta.

Outra coisa que você tem que saber é que os azeites extravirgens são os que possuem menor teor de acidez, sendo igual ou menor a 0,8% sem alteração em seu sabor ou aroma, já os azeites virgens possuem o teor de acidez de até 2% podendo sofrer algumas variações de sabor ou aroma.

No caso do azeite de oliva refinado, trata-se de um produto composto, sendo uma mistura de azeite virgem e de azeite refinado, ou seja, um produto que passou por um processo de filtragem devido a impurezas na produção, sendo indicado para uso diário na cozinha.

Esclareça outras dúvidas comuns sobre o azeite

5 coisas que você precisa saber sobre o azeite

Sobre o sabor

Veja também:

O azeite pode ter o sabor mais picante ou mais suave, podendo ter o aroma de oliva mais forte ou mais leve. O que irá determinar o sabor é o período da colheita, a característica da azeitona e o tipo de extração. Isso porque existe uma grande variação, para ser exato, ao todo, cerca de 1.200 tipos de azeitona no mundo.

Já a cor, não varia muito, uma vez que toda azeitona nasce verde e morre preta. Quanto mais verdes, menos óleo elas rendem, mas o azeite tem maior intensidade. Por isso os azeites de primeira colheita são os preparados com as azeitonas colhidas nos 15 primeiros dias de produção. Depois vêm os azeites maduros, pois com o passar com tempo, as azeitonas rendem mais óleo, enquanto o sabor se torna mais suave e com cheiro mais doce.

Pode usar azeite na fritura?

Sim. Isso porque o azeite possui o ponto de fumaça mais elevado do que outros óleos de cozinha, ou seja, ele pode ser aquecido a temperaturas mais altas sem deixar cheiro ou gosto na comida. O mais recomendado é usar azeite refinado apenas pelo custo-benefício.

Como sei se está estragado?

Para saber se o azeite já estragou é necessário prestar atenção nos aromas. Quando ele apresentar um cheiro rançoso, é um sinal de que o azeite precisa ser descartado. Aroma avinagrado ou extremamente doce também é sinal de que o produto fermentou.

Como conservar

O azeite não deve ser armazenado exposto à luz e calor, por essa razão eles são vendidos em vidros verdes, que ajudam a protegê-los da luz. De acordo com especialistas, após aberto o azeite dura de um a dois meses, porém, deve ser guardado longe do fogão.

Como combinar o azeite

Assim como o vinho, o azeite precisa combinar com a comida em intensidade e sabor, ou seja, pratos mais suaves vão bem com azeites mais suaves, já os pratos mais picantes ou temperados pedem azeites mais fortes.

Exemplo disso é que uma salada de alface combina bem com azeite mais suave, já uma salada com rúcula pede um produto mais amargo e os azeites mais picantes combinam melhor com pratos como carnes, bacalhau e frutos do mar.


Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: