Topo

Dos muitos tipos de azeite, quais fazem bem à saúde? Confira essas dicas

Comente

Algo que talvez muitas pessoas não saibam, é que os azeites possuem determinadas variações que por vezes só são percebidas por especialistas. Assim como ocorre com o vinho, o sabor do azeite pode ser alterado dependendo de sua origem e da forma com que foi produzido, podendo ainda variar conforme o uso durante o preparo de determinados pratos.

Ao degustar e sentir o aroma do azeite os especialista conseguem dizer se o azeite possui notas amargas, picantes ou frutadas, uma sensibilidade ímpar que pode de fato ser muito útil em ocasiões de preparos de pratos específicos.

Apesar de ser útil, conseguir discernir os azeites pelo paladar, algo ainda mais importante que isso, é conseguir identificar o melhor tipo de azeite no que diz respeito aos benefícios oferecidos à saúde, por isso, na sequência traremos algumas dicas que podem ser de extrema utilidade nesse processo.

Dos muitos tipos de azeite, quais fazem bem à saúde? Confira essas dicas

tipos-azeite-fazem-bem-saude

A primeira dica é, ao se deparar com uma prateleira que contenha vários tipo de azeite, com variação entre virgem e extravirgem, dê sempre preferência ao azeite extravirgem, pois, esse não é refinado e nem misturado a outros tipos de óleo, pelo que, tende a conservar melhor as propriedades extraídas da azeitona.

Leia o rotulo do azeite

Antes de escolher o seu azeite dê uma olhadinha no rotulo e veja o grau de acidez do mesmo, os azeites mais saudáveis são os que contém baixa acidez, ou seja, algo em torno de até 0,5%. Isso indica que a azeitona foi colhida e processada de maneira satisfatória.

Outra informação que deve ser encontrada no rótulo e diz respeito à forma com que o óleo foi extraído das azeitonas, se encontrar no rotulo a expressão extraído a frio, quer dizer que as azeitonas foram colhidas no período da noite e isso pode ajudar a conservar melhor suas propriedades e nutrientes.

Fique atento a data de fabricação e validade de seu azeite

Diferentemente do que ocorre com os vinhos, a dica é escolher o azeite com data de fabricação mais recente, pois,  quanto mais novo for o azeite, mais marcante e agradável será também seu sabor. Evite usar azeite com mais de uma ano e meio de fabricação, pois já estão passados.

País de origem do azeite

Fique atento ao lugar em que foi fabricado o azeite, os melhores vem de países consagrados pela alta qualidade das azeitonas, alguns destes são, Espanha, Itália, Grécia e Portugal.

Importância da embalagem do azeite

Dê preferencia para as embalagens escuras, pois, ao serem expostas ao calor e à claridade o azeite pode oxidar. Por essa razão é que é recomendável conservar o azeite em local fresco e ao abrigo da luz.

Leia também:

Agora que você já aprendeu a escolher melhor seu azeite vamos lhe ensinar a fazer um azeite especial para poder temperar aves, peixes e saladas.

Receita de azeite

Você vai precisar de:

  • 1 garrafa de vidro
  • 2 xícaras de chá de azeite extravirgem
  • 1 colher de grãos de pimenta do reino
  • 1 folha de louro
  • 2 ramos de dill
  • 2 ramos de manjericão
  • 2 ramos de tominho
  • 1 colher de raspa da casca do limão

Modo de preparo do azeite

Junte todos ingredientes na garrafa e tampe bem, em seguida, mergulhe a garrafa em uma panela com água fervente e deixe cozinhando em fogo baixo por meia hora.

Passado esse período deixe esfriar e conserve em um local fresco e protegido da luz. Vale ressaltar que o azeite deve ser coado sempre antes de utilizá-lo. Uma dica é colocar o azeite em uma garrafa bonita e presentear parentes e amigos com seu azeite especial.


Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: