Topo

Guia de viagem elege as melhores regiões para viajar em 2017 - confira

Comente

Periodicamente, a Lonely Planet, que é um dos mais conceituados guias de viagem da Austrália – e do mundo – divulga algumas listas mostrando quais são os melhores destinos de viagem com base na opinião de especialistas do ramo turístico.

Entre os rankings divulgados estão os de melhores cidades, melhores países e também de melhores regiões para se viajar ao redor do planeta. E é justamente nessa última categoria, ou seja, de melhores regiões, que se focou uma das publicações mais recentes da empresa.

Para ser mais específico, ela mostra quais são as melhores regiões para visitar nesse próximo ano, ou seja, em 2017. O ranking é liderado por uma cidade do Peru, mas diferente do que muitos imaginam, não se trata de Machu Picchu. A seguir você confere o “top 10” e detalhes sobre as escolhas publicadas pela Lonely Planet. Confira!

As melhores regiões para conhecer em 2017

Choquequirao (Peru)

choquequirao

Situada na região andina, assim como Machu Picchu, sua “irmã” mais famosa, a região de Choquequirao, no Peru, revela-se espetacular para os turistas fascinados por história e construções antigas. A exuberância das ruínas incas situadas no lugar pode até ser comparada à do destino turístico mais famoso do Peru.

Há de se ressaltar, porém, que a estrutura turística da região é bem inferior à de Machu Picchu, sendo essa uma das razões pelas quais o lugar também recebe uma quantidade de visitantes infinitamente menor. Sua aparição no topo da lista de “Melhores Regiões para Viajar em 2017”, no entanto, pode mudar esse cenário.

Taranaki (Nova Zelândia)

taranaki

Esse é um destino para quem tem espírito aventureiro e gosta de fugir do lugar comum. Trata-se de uma região remota da Oceania que só é visitada por 2% dos turistas que visitam o país, estando situada em um ponto praticamente intocado da Nova Zelândia,

A lista de atrativos inclui a bela mistura de florestas subtropicais, praias, lagos, montanhas e um dos vulcões mais ativos do país.

Açores (Portugal)

açores

E as terras portuguesas também foram lembradas pela Lonely Planet. A região de Açores, embora longe de ser um dos destinos mais consagrados de Portugal, possui lugares incríveis capazes de surpreender até mesmo os turistas mais viajados.

Entre os destaques da região estão, por exemplo, os vulcões, lagos, montanhas e costas esculpidas naturalmente pela ação vulcânica. Vale ressaltar ainda que o lugar é um belo arquipélago, o que também sugere excelentes praias.

Um detalhe interessante é que, ao que parece a beleza da região vem sendo reconhecida por uma grande quantidade de turistas nos últimos anos, pois, somente em 2016 o fluxo turístico já cresceu 31%.

Norte do País de Gales (Reino Unido)

gales

Aqui temos outra região não tão famosa entre os turistas que viajam ao “Velho Continente”, mas que é simplesmente imperdível. Um dos grandes destaques do lugar é o Parque Nacional Snowdonia, que é a maior e mais famosa reserva natural do País de Gales, onde também está situado o pico Snowdon, ponto mais alto da Inglaterra e País de Gales.

Leia também:

Sul da Austrália

sul-australia

Voltando a falar sobre regiões de beleza ímpar e que ficaram quase intocadas, temos aqui o Sul da Austrália, onde a variedade de cenários é um dos grandes destaques.

É lá que é feito, por exemplo, um dos melhores vinhos do país, e isso sem contar que os pontos turísticos de cidades como Adelaide, Port Lincoln e a inexplorada Kangaroo Island, são um show à parte.

Aisén (Chile)

aisen

A julgar por algumas das sugestões da lista publicada pelo Lonely Planet, tudo indica que 2017 é um ano de conhecer o inexplorado. Isso porque a região de Aisén é justamente mais uma das regiões inexploradas presentes no ranking, só que esta fica na Patagônia Chilena.

O lugar é rodeado por montanhas, florestas, picos nevados e uma das maiores reservas de água doce do mundo. A lista de atrativos no destino inclui a emblemática Catedral de Mármore do lago azul-turquesa de General Carrera, os blocos de geleiras do Parque Nacional Laguna San Rafael, as baleias no Canal de Darwin e as trilhas do Parque Aiken Del Sur.

Arquipélago de Tuamotu (Polinésia Francesa)

tuamotu

Na antepenúltima posição do ranking, quem surgiu foi essa belíssima região da Polinésia Francesa. Trata-se do maior conjunto de atóis do planeta, sendo ainda um dos mais isolados arquipélagos do lugar, possuindo praias pouco exploradas, mas donas de beleza ímpar.

Litoral da Geórgia (Estados Unidos)

litoral-georgia

Nos Estados Unidos, o lugar que conseguiu garantir vaga no “Top 10” foi o litoral da Geórgia, uma região bem menos badalada que as famigeradas Flórida e Califórnia.

O destaque fica por conta da Savannah, um destino histórico que abriga restaurantes e mansões do século XIV, isso sem contar com outras cidades de charme colonial e ilhas pouco habitadas que também podem ser encontradas pela região.

Perak (Malásia)

perak

Na penúltima colocação, surgiu esse belíssimo destino localizado na Malásia. O estado é o segundo maior do país e vem ganhando nos últimos meses uma explosão de cafés e butiques ao melhor estilo vintage, segundo a própria publicação do Lonely Planet.

Uma boa pedida para quem pretende visitar a região, é conhecer a capital, Ipoh, onde é possível desfrutar tanto de atrações culturais quanto naturais (cavernas e florestas, por exemplo).

Skellig Ring (Irlanda)

skellig-ring

Na última posição, temos aqui uma região irlandesa que faz jus á sua menção na lista. Ela fica situada no extremo sul da Irlanda e possui localização privilegiada, onde o turista consegue apreciar algumas das mais incríveis paisagens da Irlanda.

Entre os atrativos da região estão falésias, formações geológicas pitorescas e uma grande área verde praticamente inabitada. Um detalhe curioso é que a região se tornou cenário de “O Despertar da Força”, filme mais recente da franquia “Star Wars”.




Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: