Topo

Destinos nada clichês para você conhecer na Europa em 2017

Comente

Na hora de planejar uma viagem de férias, muitos dos destinos que surgem na mente são absolutamente clichês. Mas ninguém precisa viajar para o primeiro lugar que surge na mente, certo?

Isso significa que uma passagem pela França nem sempre tem que ser sinônimo de visita a Paris, uma ida ao Reino Unido nem sempre significa visita à Londres, e assim sucessivamente.

Embora esses lugares badalados – e incluímos nessa lista destinos como Roma e Escócia, por exemplo – tenham de fato muito a oferecer aos turistas, eles não são os únicos. E para ilustrar isso, portanto, mostramos uma lista de alguns destinos da Europa que são icônicos e nem tão badalados, mas também merecem uma visita. Confira!

Lugares não tão conhecidos que vale a pena visitar na Europa

Budapeste, Hungria

A capital húngara é um claro exemplo de que uma região não tão comum na lista de preferência turísticas, pode sim ter muito a oferecer. Considerada não por acaso, a Paris do Leste Europeu, a cidade tem muitos atrativos para encantar diferentes perfis de viajantes.

Entre os pontos turísticos mais interessantes de Budapeste, estão: Termas Gellért, Termas Szechenyi, Avenida Andrassy, Parque da Cidade, Praça dos Heróis, Castelo de Buda, Basílica de Santo Estêvão, Igreja Matias, Ópera Estatal Húngara, Mercado Central de Budapeste, Parlamento Húngaro, Váci utca (Rua Váci), Igreja da Gruta, Museu Nacional Húngaro, Praça Deák Ferenc, estátua Pequena Princesa e Ilha Margarida, dentre muitos outros.

Jungfraujoch, Suíça

A suíça é sem dúvida um destino bastante subestimado, o que é um erro. Isso porque o país possui muitos lugares icônicos, como Jungfraujoch, que certamente é um dos que não merece nenhum descaso por parte dos viajantes.

Localizada nos Alpes Suíços, mais precisamente em uma zona conhecida como Jungrau-Aletsch (Patrimônio Mundial da UNESCO), Jungfraujoch fica no alto de uma montanha, sendo conhecida como “O Topo da Europa”. E o detalhe é que para chegar lá ninguém precisa saber escalar como um alpinista.

Para quem quer aproveitar melhor a experiência, muitos turistas recomendam subir a partir da cidade de Interlaken. Lá em cima é possível encontrar um Palácio do Gelo, o terraço do Observatório científico Sphinx, um parque de ski e snowboard, e muito mais.

Leia também:

Edimburgo, Escócia

A região de Edimburgo, na Escócia, é mais um exemplo de destino pouco clichê que pode ter seus encantos. O que rouba a cena em uma visita ao lugar, por exemplo, é certamente a Royal Mile (Milha Real), uma sequência de ruas que liga o Palácio de Holyroodhouse ao Castelo de Edimburgo.

Pelo caminho ainda é possível encontrar o Parlamento Escocês, o Museu de Edimburgo, a Catedral de St. Giles e muitas outras atrações turísticas. E para quem gosta de visitar museus, a boa notícia é que em Edimburgo é possível dedicar dias a essa atividade, já que a cidade possui uma enorme quantidade deles.

A lista inclui o National Museum of Scotland, o Scottish National Gallery, o Scottish National Portrait Gallery, o The Museum on the Mound, o The Museum of Childhood, o Royal Scottish Academy e muitos outros.

E os atrativos não param por aí. Como é sabido de muitos, alguns países do Velho Continente são à tradição das pubs, onde sempre é possível apreciar uma boa bebida. Em se tratando de Edimburgo, a boa pedida é apreciar o bom whisky escocês, mas para quem preferir, também não faltam boas cervejas.

Montanhas Dolomitas, Itália

Por fim chegamos à Itália, mas nada de Roma, estamos falando das Montanhas Dolomitas. Elas fazem parte dos Alpes e estão situadas no nordeste italiano. Trata-se de um grupo montanhoso onde é possível encontrar um parque nacional e outros regionais, sendo inclusive reconhecido como Patrimônio Mundial em 2009.

Apesar de ainda não tão conhecido por viajantes da América do Sul e por consequência, do Brasil, o fato é que o destino é famoso ao redor do mundo como um a “capital” dos esportes a céu aberto.

Na época do inverno, por exemplo, o ski é a grande atração, enquanto no inverno as opções são as mais diversas possíveis, indo de escaladas e caminhadas até parapente e asa delta. Outra coisa interessante para fazer no lugar é o percurso da Grande Strada della Dolomitti, que é simplesmente fantástico e fica entre Cortina d’Ampezzo e Bolzano.


Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: