Topo

Presidente da Marvel teria detonado Andrew Garfield e o último filme do Homem-Aranha - Veja

3.60 / 5 - 5
Comente

Desde que o vazamento dos e-mails e documentos da Sony Pictures vieram à tona, muito tem sido revelado a respeito dos filmes e obras do estúdio, e agora, que o Wikileaks publicou alguns novos documentos e detalhes de e-mails vazados, o burburinho sobre o assunto se estendeu mais uma vez às conversações entre Kevin Feige, presidente da Marvel Studios, e os executivos da Sony Pictures.

Leia também:

De acordo com as novas informações, o assunto de pelo menos uma das conversas entre os “chefões” dos estúdios estava relacionado ao lançamento do filme “O Espetacular Homem-Aranha 2“.

Determinados pontos sugeriram que a conversa em questão teria ocorrido antes do lançamento do último filme do “cabeça de teia”, e o chefão da Marvel Studios não poupou nas críticas em relação à obra que a Sony estava prestes a lançar. Sobrou até para Andrew Garfield, protagonista do longa.

Presidente da Marvel teria detonado Andrew Garfield e o último filme do Homem-Aranha – Veja

presidente-marvel-detona-andrew-garfield

Em relação à trama do filme “O Espetacular Homem-Aranha 2”, Kevin Feige levanta uma série de observações pertinentes em meio à conversa, especialmente em relação à dinâmica da narrativa.

“Existem tramas paralelas demais; é necessário escolher quais enfocar e deixar as outras de lado. Poderiam reduzir o arco do pai de Peter, poderia ser refeita a cena em Chinatown para não ficar uma coisa repetitiva [a separação do casal no filme anterior foi situada lá] – e a relação dos dois tem muito vai-e-volta. Peter poderia ser mais honrado e decidido e menos vacilante. E precisam mesmo que um ano inteiro se passe [entre os filmes]?”, ponderou.

Além disso, ele também falou sobre o quão ruins eram os vilões. “Electro parece completamente louco e difícil de gerar empatia”, enquanto Rino “é cartunesco demais”, disse.

Já em relação a Andrew Garfield, ator que deu vida ao próprio Homem-Aranha no longa, Feige foi bastante direto com a crítica. “A atuação de Andrew é exagerada. Muito choro e muitas manias. É difícil acompanhá-lo emocionalmente, e isso diminui o impacto da morte de Gwen nele, já que fica aborrecido e emotivo o tempo inteiro”, afirmou.

No fim das contas, Marc Webb, responsável pelo longa, não parece ter levado em consideração nenhuma das duras críticas recebidas de Kevin Feige, e o resultado foi bastante desastroso, uma vez que o filme se tornou um dos blockbusters com o maior número de críticas negativas no último ano.

Agora, que a Marvel conseguiu recuperar o direito de usar o “teioso” em seus filmes, Feige terá a oportunidade de fazer uma obra à sua maneira, provavelmente evitando cometer erros similares aos que apontou no último filme do personagem.

Ele inclusive já confirmou que o novo Peter Parker das telonas terá entre 15 e 16 anos e não retratará novamente a origem do personagem, tendo em vista que ela já foi apresentada mais de uma vez nos cinemas nos últimos 15 anos.

“Queremos revelar seus poderes de uma maneira diferente e focarmos mais tempo em sua juventude no colégio, lidando com seus poderes. Então, já existe um jovem correndo pelas ruas de Nova York com uma versão caseira do uniforme do Homem-Aranha no universo da Marvel no cinema. Você apenas não o viu ainda”, disse Feige em declarações concedidas ao Crave Online.

Vale ressaltar que antes de ganhar o novo filme solo previsto para 28 de julho de 2017 sob o comando do presidente da Marvel Studios, o Homem-Aranha deverá aparecer em “Capitão América: Guerra Civil”, que estreia em 6 de Maio de 2016.




Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: