Topo

Oscar 2017: 9 filmes promissores que podem pintar na lista dos indicados ao prêmio

Comente

Com a proximidade do fim de ano, muitos fãs do cinema começam a fazer previsões em relação aos filmes que podem pintar na lista final dos indicados ao Oscar, prêmio mais famoso e também um dos mais cobiçados da indústria cinematográfica. E como já estamos no mês de dezembro, o cenário não poderia ser diferente.

Muitas são as especulações a respeito de obras promissoras que, na opinião de críticos da sétima arte, estariam bem cotadas para ganhar uma chance nessa próxima edição da premiação. A lista inclui longas que já foram lançados nesse final de 2016 e outras que vão ganhar as telonas somente no início de 2017.

A boa notícia é que, ao menos no que diz respeito às previsões, há uma boa diversidade de filmes entre os que surgem com boas chances até de conquistar a estatueta dourada. Diante da proximidade da data de divulgação dos indicados ao Oscar 2017, portanto, resolvemos mostrar a seguir algumas das previsões mais interessantes encontradas na web. Confira!

10 filmes com boas chances de indicações ao Oscar 2017

La La Land

la-la-land

Ainda por estrear no Brasil – o filme deve ser lançado no país no dia 19 de janeiro – “La La Land” é nada menos que o novo trabalho de Damien Chazelle, que recentemente arrebatou corações de cinéfilos e críticos de todo mundo com o emblemático “Whiplash”.

Tendo o tema “música” como elemento em comum com o trabalho anterior, o cineasta dessa vez apresenta uma espécie de comédia romântica estrelada por Emma Stone e Ryan Gosling, que interpretam uma atriz e um pianista, respectivamente.

Diante da repercussão positiva que vem obtendo junto à crítica, o filme é um dos que chegam forte para disputar vaga na lista de indicações do Oscar 2017.

A Chegada

a-chegada

Aqui temos uma ficção científica que também tem tudo para fazer parte da lista de indicados ao Oscar. Tudo começa por se tratar de uma obra de Denis Villeneuve, um dos diretores mais elogiados da atualidade. Como se não bastasse, a obra traz um elenco de peso, com nomes como Amy Adams, Jeremy Renener e Forest Whitaker.

O filme foi recebido com entusiasmo no Festival de Veneza e não por acaso, é dado por muitos como nome certo na premiação. A obra mostra uma linguista famosa que é requisitada pelo governo para intermediar o contato das autoridades com uma nave extraterrestre que pousou na Terra.

Diante do bom trabalho feito nesse último ano, a expectativa é a de que pelo menos Amy Adams esteja na categoria de Melhor Atriz, já que além de “A Chegada”, ela esteve em “Animais Noturnos”, outro título presente nessa lista.

Manchester By The Sea

manchester-by-the-sea

Aqui temos um drama bastante promissor que também desponta com chances de se fazer presente na lista de indicados à premiação. O filme é de Kenneth Lonergan em sua terceira empreitada nas telonas, e conta com atuação de Casey Affleck – irmão de Ben Affleck – que aliás, tem recebido muitos elogios pelo trabalho.

A história do filme gira em torno da vida de um tio que é obrigado a tomar conta do sobrinho e retornar a um bairro que abandonou há anos, após a morte de seu irmão. O filme tem estreia prevista para o dia 12 de janeiro no Brasil.

Sully

sully

Inspirado em uma história real, esse filme promete colocar Tom Hanks mais uma vez no radar do Oscar. Nele o ator comete mais uma grande atuação e deve no mínimo ser considerado com atenção pela academia para a categoria de Melhor Ator.

Como se não bastasse, trata-se de uma obra de Clint Eastwood, que costuma ter o apreço de boa parte dos críticos de cinema. A história vai girar em torno do caso do “herói do rio Hudson”, ou seja, o piloto que conseguiu manobrar o avião sobre a água e salvar 155 passageiros.

A estreia no Brasil aconteceria no dia 1º de dezembro, no entanto, devido ao trágico acidente aéreo que tirou a vida de 71 pessoas na Colômbia – dentre elas a maioria dos jogadores do time da Chapecoense – a Warner resolveu adiar o lançamento do filme no país.

Moonlight

moonlight

Aqui temos um filme que surpreendeu muita gente em Telluride. Trata-se de um drama delicado a respeito da vida de um homem negro em Miami. A obra mostra sua trajetória da infância até a fase adulta, retratando a busca pelo amor e mudança em uma cidade tomada pelas drogas e pelo preconceito.

A expectativa é a de que Naomie Harris, que vive uma mãe viciada, possa ser lembrada pela Academia no momento das indicações. O filme ainda não tem previsão de estreia no Brasil.

Nocturnal animals

nocturnal

Aqui temos um filme denso que também traz Amy Adams em um papel de destaque. Ela vive uma mulher que recebe o manuscrito de um livro do ex-marido.

O conteúdo é uma violenta história de vingança, que pode ou não ser uma ameaça velada. A obra é de Tom Ford (“Direito de Amar”) e também conta com a presença de Jake Gyllenhaal. A estreia no Brasil acontece no dia 29 de dezembro.

Hacksaw Ridge

hacksaw

Os filmes de guerra costumam fazer sucesso no Oscar, e nesse próximo ano, quem tem boas chances de preencher essa lacuna é “Hacksaw Ridge”. O longa, de Mel Gibson, conta com a atuação de Andrew Garfield no papel principal e já foi ovacionado em Veneza.

A história gira em torno de um jovem que, durante a Segunda Guerra Mundial, se recusou a matar qualquer pessoa ou mesmo carregar uma arma, dedicando-se em vez disso a salvar a vida dos companheiros. A estreia acontece no dia 12 de janeiro no Brasil.

Leia também:

Toni Erdmann

toni-erdmann

Um dos mais aclamados do Festival de Cannes, “Toni Erdmann” já é o escolhido da Alemanha para a próxima edição do Oscar, sendo certamente um dos fortes candidatos à categoria de filmes estrangeiros.

Trata-se de um filme leve e cativante, cuja história gira em torno da vida de um pai de família brincalhão que faz de tudo para se reconectar com a filha, esta por sua vez, já adulta e cheia de responsabilidades. Até o momento não há previsão de estreia no Brasil.

Silence

silence

Apontado como o projeto da vida de Martin Scorsese, esse filme é uma adaptação do livro Shûsaku Endô. Até onde se sabe, o cineasta vem trabalhando nessa ideia há pelo menos três décadas, e agora a obra enfim vai sair do papel, literalmente falando.

Vale dizer, no entanto, que a obra vai estrear inicialmente em um circuito limitado a fim de concorrer ao Oscar 2017.

A história gira em torno da vida de dois padres jesuítas que, interpretados por Andrew Garfield e Adam Driver, viajam ao Japão no século XVII a fim de resgatar um mentor, encontrando por lá uma violência sem precedentes. A estreia no Brasil está prevista para o dia 26 de janeiro.

Loving

loving

Aqui temos um filme protagonizado por Ruth Negga e Joel Edgerton, que vivem a história de Mildred e Richard Loving. A obra é inspirada na história real do casal inter-racial que, em 1958 foi preso por se casar.

O longa já foi indicado à Palma de Ouro e vem ganhando destaque pela relevância do tema e sensibilidade com que ele é tratado. Ainda não há previsão de estreia no Brasil.




Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: