Topo

No clima da Olimpíada: veja 8 filmes imperdíveis para fãs dos Jogos Olímpicos

Comente

A Olimpíada Rio 2016 chegou cercada de desconfiança, mas também de muita expectativa. No fim das contas, apesar de algumas polêmicas, as coisas se encaminham bem, tanto para os atletas e a organização do evento, quanto para o público, que mais uma vez tem tido a oportunidade de prestigiar um evento esportivo de dimensão internacional.

E a julgar pelo grande número de pessoas apreciando os espetáculos nas arenas e ginásios dos Jogos Olímpicos, podemos concluir, ainda que empiricamente, que a maioria dos brasileiros é mesmo fã de esportes.

Com base nisso, portanto, decidimos ajudar aqueles que querem prolongar esse clima de Olimpíada por mais alguns finais de semana, apresentando alguns filmes que têm tudo para agradar aqueles que gostam de ver atletas em ação.

As opções incluem filmes de diversos gêneros, do drama à comédia, passando até mesmo por documentários icônicos. Ficou interessado? Então confira a lista!

Filmes para manter o clima da Olimpíada no sofá de casa

Ouro, Suor e Lágrimas (2015)

https://www.youtube.com/watch?v=LgGIn6t7uew

Considerando que a Olimpíada 2016 é em nossa casa, é justo que o primeiro lugar dessa lista seja um filme nacional, certo? “Ouro Suor e Lágrimas” é um documentário lançado no ano passado e que procura mostrar de maneira emocionante todas as dificuldades enfrentadas pelos times masculino e feminino de vôlei de quadra entre os anos de 2000 e 2010 no caminho do sucesso.

Vale dizer que a seleção masculina ganhou duas medalhas de ouro e três de prata entre 1992 e 2012, enquanto as mulheres conquistaram o ouro em 2008 e 2012 e o bronze em 1996 e 200.

Paratodos (2016)

https://www.youtube.com/watch?v=YszGr85Iv1c

Na segunda posição, quem surge é mais um documentário brasileiro que tende a agradar os fãs do esporte e da superação. A obra gira em torno da vida dos atletas paraolímpicos, trazendo depoimentos de esportistas renomados, como por exemplo, Daniel Dias, nadador que quebrou recordes na edição de Londres e obteve 100% de aproveitamento nas modalidades individuais. Durante a carreira do atleta, ele conquistou 10 medalhas de ouro, 4 de prata e 1 de bronze.

A produção demorou quatro anos para ser realizada e traz à tona a trajetória de muitos outros atletas brasileiros, como por exemplo, a atleta Ádria Santos, do atletismo, que possui nada menos que 4 medalhas de ouro, 8 de prata e 1 de bronze. O trabalho mostra mais uma vez que o espírito de luta dos brasileiros se sobressai em meio às adversidades.

Leia também:

Raça (2016)

https://www.youtube.com/watch?v=S3OeFRd9QDs

No terceiro lugar, quem surge é essa cinebiografia que mostra a superação de um atleta em plena década de 30. A obra gira em torno da trajetória do atleta Jesse Owens (Stephan James), um esportista negro que em 1936 participou dos Jogos Olímpicos de Berlim, ou seja, em pleno território do nazista Adolf Hitler, que pregava a supremacia da raça ariana. Owens conquistou 4 medalhas de ouro e o próprio Hitler chega a entregar três delas.

Voando Alto (2016)

https://www.youtube.com/watch?v=FNg0-IQIjRQ

E eis aqui uma comédia que, apesar de fazer rir, não deixa de lado o clima esportista que remete às Olimpíadas. A obra traz um jovem cheio de força de vontade chamado Eddie Edwards (Taron Egerton). O rapaz se mostra um verdadeiro desastre nos esportes, mas mesmo assim sonha em ser campeão um dia.

Com sua persistência, ele consegue participar da Olimpíada de Inverno 1988 na categoria salto com esqui, mas ao que parece, essa era a parte mais fácil do desafio. Para buscar seu objetivo, Edwards conta com a ajuda do treinador Bronson Peary (Hugh Jackman), que assume um grande desafio, considerando a experiência dos demais atletas com os quais o jovem vai competir.

Jamaica Abaixo de Zero (1993)

https://www.youtube.com/watch?v=Jpdg5XOZZDY

E já que falamos em comédia com clima de Olimpíada, não poderíamos nos esquecer dessa que é uma das mais emblemáticas do gênero. A obra, assim como a anterior, tem a Olimpíada de Inverno de 1988 como cenário, sendo um verdadeiro “clássico de Sessão da Tarde”.

Se hoje é o jamaicano Usain Bolt quem faz sucesso nos Jogos, nos anos 90 quem ganhava fama eram os membros da Bobsled. No filme, os competidores da Jamaica não tinham nenhuma tradição no esporte, mas encararam o frio da competição para mostrar que a perseguição de um sonho valia a pena.

Apesar da sinopse parecer “séria de mais”, por assim dizer, a verdade é que o filme consegue arrancar boas risadas, seja na fase de preparação dos esportistas, ou mesmo em outras “sacadas” de humor que são inseridas na obra como um todo. O chefe da equipe de competidores é o técnico vivido por John Candy, em um de seus últimos papéis.

Invencível (2014)

https://www.youtube.com/watch?v=LqwPbMV-lpA

Há pouco tempo, Angelina Jolie decidiu se aventurar na direção cinematográfica, e esse foi o segundo filme a ser dirigido pela atriz. A obra gira em torno da história de Louis Zamperini, que por sinal, encantou a própria Jolie.

Ele foi um atleta bastante guerreiro que brilhou nas pistas, mas teve a trajetória interrompida em 1940, quando devido à Segunda Guerra Mundial, a Olimpíada foi cancelada.

Diante desse cenário, ele se alista na Força Aérea para lutar por seu país, no entanto, o avião pilotado por ele cai, obrigando-o a passar seis semanas em um bote no meio do mar. Como se não bastasse, ele termina capturado por japoneses, que decidem o fazer prisioneiro por dois anos, praticando torturas e humilhações contra o mesmo.

Desafio no Gelo (2004)

https://www.youtube.com/watch?v=qQ2CQv8Jq08

E eis aqui mais um filme com requintes de drama e que tem conflitos de nações como pano de fundo. A obra se passa em 1980, no período da Guerra Fria – que durou de 1945 a 1991 – e retrata a trajetória do time norte-americano de hóquei. A equipe enfrenta a Rússia no Jogo Olímpico de Inverno de Nova York.

Os atletas estadunidenses são comandados por Herb (Kurt Russell), que se empenha para provar a todos que seus jovens são superiores aos russos e podem chegar ao pódio com méritos.

Carruagens de Fogo (1981)

https://www.youtube.com/watch?v=PWle59ZHPIM

Eis aqui o filme que surpreendeu muita gente ao vencer o Oscar em 1982. A obra não é ruim, longe disso, mas há quem diga que ele não era páreo para os concorrentes. Seja como for, “Carruagens de Fogo” levou a estatueta nas categorias de Melhor Filme, Roteiro Original e Figurino, além de vencer também pela trilha sonora de Vangelis.

Premiações à parte, a história retratada no filme gira em torno do estudante judeu Harold e o missionário Eric. Ambos são corredores que participaram da Olimpíada de Paris em 1924. O roteiro se foca tanto na competição, quanto nas motivações morais e religiosas dos dois atletas. Enquanto um conquistou o ouro nos 100 metros, o outro venceu os 400 metros.


Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: