Topo

Filmes de terror que tiveram baixo orçamento mas são simplesmente imperdíveis

5.00 / 5 - 1
Comente

Em se tratando da indústria do cinema, ter um grande orçamento para um determinado filme nem sempre é garantia de qualidade e sucesso, mas naturalmente, não dá pra negar que quanto maior o investimento, maiores são também as chances de se produzir algo bem-sucedido, certo?

Em todo caso, ao longo dos anos muitos produtores já provaram que quando se tem uma grande ideia, o orçamento para o filme pode ser apenas um mero detalhe.

E curiosamente, entre as obras que mais se destacaram até hoje seguindo essa premissa estão justamente as de terror, que fazem parte de uma das vertentes que mais têm sofrido com a falta de criatividade nos últimos anos.

Em meio a um tempo em que grandes blockbusters custam centenas de milhões de dólares, você vai se surpreender ao ver quantos bons filmes de terror foram feitos com apenas alguns poucos milhares. Confira a seguir a lista que mostra os detalhes sobre algumas dessas obras.

Veja grandes filmes de terror com baixo orçamento

Corrente do Mal (2015) – Orçamento: US$ 2 milhões

https://www.youtube.com/watch?v=bsVU-P5jZCU

Lançado recentemente, o filme tem – ao lado de [REC] – o maior orçamento dessa lista, no entanto, nada que se compare aos exorbitantes custos das grandes produções de Hollywood.

Apesar de ter custado pouco para os padrões atuais, porém, ele consegue surpreender pela qualidade, garantindo ao cinéfilo bons pulos na cadeira e a sensação de medo e suspense em boa parte da trama.

Sobrenatural (2010) – Orçamento: US$ 1,5 milhão

https://www.youtube.com/watch?v=0AHVW_yenRs

E aqui temos outro filme que teve um orçamento modesto recentemente e mesmo assim surpreendeu. Apesar de ter explorado o tema possessão e assombração, que de certa forma já anda meio “batido” em obras do gênero, o filme conseguiu desenvolver uma mitologia própria e bastante competente, fazendo por merecer o sucesso que alcançou.

Atividade Paranormal (2009) – Orçamento: US$ 15 mil dólares

https://www.youtube.com/watch?v=u8wp9gDrcuE

Agora aqui temos o filme que conseguiu obter de longe um dos melhores retornos sobre investimento da história da sétima arte. Com um orçamento de apenas US$ 15 mil (isso mesmo, 15 “mil” dólares), o filme arrecadou impressionantes US$ 200 milhões ao redor do mundo.

A obra trouxe uma nova roupagem para o subgênero “filmagem encontrada” e inovou ao mostrar de maneira assustadora o que acontece em uma casa no silêncio da noite enquanto a família dorme.

Leia também:

[REC] (2007) – Orçamento: US$ 2 milhões

https://www.youtube.com/watch?v=uov4brhAD6c

Também lançando mão do artifício de “filmagem encontrada”, o filme espanhol se tornou um dos maiores sucessos na vertente que explora o “apocalipse zumbi”. Ele apresentou de maneira criativa a luta de sobreviventes confinados em um prédio enquanto lidam com a iminente ameaça dos mortos-vivos.

Jogos Mortais (2004) – Orçamento: US$ 1,2 milhão

https://www.youtube.com/watch?v=b1lgXhFbXy4

O primeiro filme da bem-sucedida franquia de terror/suspense foi a prova cabal de que não é preciso um grande orçamento para se fazer uma grande produção, mas em contrapartida suas fracas sequências mostraram que quando se tem muito dinheiro pra produzir a qualidade da obra pode acabar caindo.

Em todo caso, o primeiro filme lançado em 2004 deu uma aula de como fazer um bom filme de terror capaz de surpreender o público sem ter que recorrer a grandes investimentos.

A Bruxa de Blair (1999) – Orçamento: US$ 60 mil dólares

https://www.youtube.com/watch?v=OGx__R33FcU

Como você já deve ter percebido a essa altura, os filmes que apostam no estilo “filmagem encontrada” costumam demandar um baixo orçamento, mas para fazer sucesso a obra precisa de fato ter uma grande ideia por trás, e isso “A Bruxa de Blair” também tinha.

Com uma ideia simples, mas bastante original, a obra encontrou o caminho do sucesso causando aos cinéfilos no caminho um misto de amor e ódio. Não por acaso, se tornou uma das obras de maior impacto na história do cinema mundial.

A Hora do Pesadelo (1984) – Orçamento: US$ 1,8 milhão

https://www.youtube.com/watch?v=dCVh4lBfW-c

E aqui temos o filme que criou um dos maiores ícones do terror na história do cinema. Estamos falando obviamente do emblemático Freddy Krueger, o assassino que por décadas aterrorizou plateias enquanto caçava suas vítimas em meio a pesadelos.

Para quem só conhece as versões mais recentes do personagem, é obrigatório tirar um tempo para assistir o primeiro filme do lendário personagem, que com um orçamento extremamente baixo conseguiu escrever seu nome na história da sétima arte.

Uma Noite Alucinante: A Morte do Demônio (1981) – Orçamento: US$ 90 mil

https://www.youtube.com/watch?v=aYtbkEq6mjc

E aqui temos o filme que com menos de 100 mil dólares conseguiu redefinir o gênero do terror nas telonas, com destaque para a bela direção e também para a inesquecível atuação de Bruce Campbell no papel de Ash. Independente de você ter assistido ou não o “remake” de 2013, siga nosso conselho: confira a obra original de 81, a experiência é impagável.

Sexta-feira 13 (1980) – Orçamento: US$ 550 mil

https://www.youtube.com/watch?v=dGT2-aWLHDw

Não, você não está enganado: o filme que trouxe à tona pela primeira vez o emblemático Jason Vorhees, clássico das sextas-feiras 13, foi mesmo esse e custou apenas um pouco mais de meio milhão de dólares.

Curiosamente, no primeiro filme ele sequer usava a máscara que o consagraria como um dos maiores ícones do terror e não obstante [alerta de spoiler], ele nem sequer era o assassino que aterrorizava a região de Crystal Lake. Em todo caso, é sem dúvida um filme imperdível para qualquer fã de filmes de terror.

O Despertar Dos Mortos (1978) – Orçamento: US$ 1,5 milhão

https://www.youtube.com/watch?v=EtqFwnAeHTU

Para muita gente, George A. Romero não foi o responsável pela criação do conceito de zumbis, mas, se tem algo inegável é que sem dúvida alguma foi ele quem criou no imaginário popular a imagem que temos hoje desse tipo de monstro e seu respectivo “apocalipse”.

Ao lado de “A Noite dos Mortos Vivos”, lançado uma década antes, o filme se tornou um dos maiores clássicos do subgênero de zumbis ao redor do mundo. O remake lançado há pouco mais de 10 anos consegue reproduzir muito bem a essência do original, no entanto, de qualquer forma a obra clássica continua imperdível para qualquer fã do gênero.

Halloween (1978) – Orçamento: US$ 300 mil

https://www.youtube.com/watch?v=xHuOtLTQ_1I

Também em 1978, outro filme mostrou aos cinéfilos como se faz um bom filme de terror com baixo orçamento. A obra trouxe à tona o assassino Mike Myers, que após fugir do hospício decide voltar à sua terra natal para assombrar os moradores da pacata região.

O Massacre da Serra Elétrica (1974) – Orçamento: US$ 300 mil

https://www.youtube.com/watch?v=oxVNbYTnqq8

Os mais jovens provavelmente ouviram falar da franquia graças aos remakes mais recentes de seus filmes, mas, o fato é que estes nem de longe podem ser comparados ao original de 1974.

Apesar do orçamento modesto o filme trouxe à tona uma das mais assustadoras figuras do cinema de terror. Empunhando uma serra elétrica e usando uma máscara com a pele de suas vítimas, o emblemático assassino sem dúvida já tirou o sono de muita gente ao longo das décadas.


Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: