Topo

Entenda como funcionam os carros híbridos

Comente

Um veículo considerado híbrido poderá ser definido como um tipo de veículo que possui mais de uma fonte de força motriz. Estas forças poderão ser utilizadas de forma conjunta ou separadamente, visando sempre uma maximização de eficiência energética do veículo, isto é, um sistema de menor consumo de combustível possível, com a maior autonomia e menor emissão dos poluentes, dentre os veículos que menos poluem no mundo, estão os modelos híbridos.

Dentre as fontes de força motriz podemos destacar motores de combustão interna, e motor elétrico, além das células de combustível sendo, os dois primeiros as fontes mais comuns e conhecidas utilizadas atualmente.

Entenda como funcionam os carros híbridos

Como funcionam os carros híbridos?

Estes veículos são mais econômicos do que os carros que são movidos ao sistema de combustão, em especial se levarmos em conta os trajetos urbanos, onde a relação de consumo poderá chegar a algo em torno de 19km/l, como ocorre com o Toyota Prius, o carro mais econômico do Brasil de acordo com o Inmetro.

Esta economia é possível por conta da combinação de tecnologias do motor de combustão e elétrico.

Veja também:

Carros com um motor convencional, na combustão o tanque de combustível fornece gasolina e álcool, ou diesel para funcionar o motor de maneira perfeita, este que ligado a um sistema de transmissão poderá transformar a energia química da combustão em energia mecânica movendo assim as rodas.

Já o carro elétrico é abastecido por energia elétrica, armazenada em um conjunto de baterias. Este tipo de conjunto fornece a eletricidade para o motor que quando ligado á transmissão, acaba transformando a energia elétrica em energia mecânica girando assim as rodas.

Outra particularidade é que os modelos elétricos são conhecidos como carros verdes, pois a emissão dos gases estufa é inexistente. As principais críticas feitas para o motor são a baixa potência, a pouca autonomia e a demora de carregamento de baterias.

A eficiência energética

Atualmente, o carro híbrido é projetado com algumas modificações mecânicas e estruturais para que se possa garantir um menor consumo de combustível.

Para começar, a diminuição do tamanho do motor, a combustão que exige um menor volume de combustível em cada ciclo, visando não a potência máxima de funcionamento, mas somente a média, pois há uma complementação dada pelo motor elétrico.

A motorização de combustão ainda funciona com o Ciclo de Atkinson, este que permite que o período de expansão no cilindro seja maior do que o tempo de compressão, resultando assim uma melhor eficiência térmica e um menor gasto de combustível do que a média dos motores convencionais.




Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: