Topo

7 séries que estrearam em 2016 e merecem uma maratona

Comente

Assistir séries de TV vem se tornando uma das atividades preferidas de quem gosta de entretenimento audiovisual, e não sem razão. O número de obras bem produzidas para a telinha e serviços de streaming vem aumentando substancialmente nos últimos anos, o que leva muita gente a optar por uma série em vez de um filme, por exemplo.

Como o tempo da maioria das pessoas tem se tornado escasso no cotidiano moderno, porém, a verdade é que na hora de assistir, muita gente acaba escolhendo obras não tão boas assim pelo simples fato de não saber ao certo o que há de novo e interessante nesse cenário.

Sabendo disso, portanto, resolvemos apresentar uma lista com algumas das melhores séries de 2016 para quem pretende ficar em dia com as novidades desse universo durante as férias. Confira!

Séries lançadas em 2016 e que merecem sua atenção

Stranger Things

Descrita como uma carta de amor aos anos 80, a série leva o espectador justamente para essa época. A história gira em torno do desaparecimento de um garoto em uma pequena cidade norte-americana.

O sumiço misterioso causa grande comoção na região e leva ao descobrimento de coisas realmente estranhas – com o perdão do trocadilho – o que inclui experimento secreto do governo, forças sobrenaturais e uma garota um tanto quanto esquisita.

Trata-se de uma série original Netflix de enorme sucesso e que está entre as melhores coisas lançadas na telinha em 2016. Vale a maratona.

Westworld

Aqui temos uma série da HBO que tem em seu elenco nomes como Anthony Hopkins e o brasileiro Rodrigo Santoro – no que talvez seja sua melhor atuação no cenário internacional.

A obra mostra um futuro onde o homem desenvolveu uma avançada inteligência artificial e criou a partir daí um parque temático repleto de androides inteligentes com aparência humana para a diversão dos ricos.

O ambiente simula um mundo real e cada androide segue um roteiro pré-determinado, tendo, no entanto, certa liberdade para o improviso. A obra tem J.J. Abrams na produção e é forte candidata ao título de melhor série de 2016.

American Crime Story: O povo contra O.J. Simpson

Apontada como uma das melhores séries de drama do ano, a obra narra a história de um dos julgamentos mais polêmicos dos últimos anos, onde um ídolo do futebol americano foi acusado de matar a mulher e um amigo.

Leia também:

The OA

Aqui temos outra grande aposta da Netflix no ano. A série é de drama, mas traz consigo uma boa pitada de suspense e elementos de ficção científica. A história gira em torno de uma mulher cega que, após desaparecer ainda na infância, reaparece na fase adulta enxergando perfeitamente.

O detalhe é que ela garante nunca ter sumido realmente, afirmando que estava, na verdade, em outro plano de existência, em um lugar invisível.

Luke Cage

E para quem gosta de super-heróis, eis aqui uma produção que se mostra imperdível. Apesar de não ter o mesmo brilho de “Demolidor”, primeiro fruto da parceria recente entre Marvel e Netflix, a série encontra seu caminho e ainda conversa bem com o universo de outras séries – e filmes – de heróis do estúdio.

A história mostra a origem de Luke Cage e como ele se vê forçado a assumir a identidade de herói após uma frustrada tentativa de reconstruir a vida no Harlem, bairro de Nova York.

The Crown

Aqui temos uma obra para quem é fã da monarquia inglesa ou gosta de um drama bem produzido. Apresentada como a série mais cara produzida pela Netflix, a série conquistou a crítica ao mostrar a história da rainha Elizabeth II, no Reino Unido, após o seu casamento em 1947. A produção é protagonizada por Claire Fox.

O roteiro é escrito por Peter Morgan (A Rainha) e Stephen Daldry (As Horas) e inspirado na peça The Audience, encenada por Hellen Mirren.

Black Mirror

Essa não é exatamente uma série que estreou em 2016, mas a partir desse ano ela passou a ser produzida sob comando da Netflix, que por sua vez adquiriu os direitos da obra, até então exibida pelo “Channel 4”, uma rede de TV britânica. O serviço de streaming lançou a terceira temporada da série com 6 episódios, o dobro das temporadas anteriores.

Antológica, a obra traz a cada episódio uma história diferente com início meio e fim, sempre se propondo a mostrar situações chocantes que podem se desenhar a partir da evolução tecnológica.


Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: