Topo

Saiba como os jogos estão entre as formas de entretenimento de nossas vidas

Comente

Saiba como os jogos estão entre as formas de entretenimento de nossas vidas

Na Antiguidade, fenômenos culturais diversos surgiram não só como forma de expressão entre os povos, mas também como uma espécie de divertimento que os cidadãos das primeiras grandes cidades da época encontraram. Ali foram dados os primeiros passos das grandes artes que hoje já são lugar-comum em nosso cotidiano – desde as pinturas até o teatro, que evoluíram em dimensões de representação e de forma ao longo do tempo.

Os jogos também fizeram parte integral dessa linha temporal do desenvolvimento das artes. Tanto os jogos individuais quanto os jogos coletivos, entre modalidades consideradas mais “intelectuais” e também as que serviam como pura demonstração de tática e vigor físico, surgiram e viraram tradição dos povos mais celebrados da história da humanidade.

Pode-se dizer que algumas dessas modalidades são as formas ancestrais de jogos como o xadrez, caso do chaturanga indiano, que nasceu no século VII antes de Cristo e deu origem também ao siangqi, na China, e ao shogi, no Japão. O mesmo acontece com o harpastum, do Império Romano, e o tsu chu chinês, que são duas das modalidades antigas praticadas por nossos ancestrais que se acredita terem inspirado esportes de bola modernos, como o futebol e o rúgbi.


Veja também:

É difícil imaginar um mundo sem esses jogos para nos distrair, e esse é claramente o caso muito antes da contemporaneidade. Estes jogos, que são muitas vezes um mero passatempo, tornam-se em algumas ocasiões o ganha-pão de diversas pessoas ao redor do mundo, que se dedicam de maneira fiel a determinadas modalidades na esperança de conjugar talento e diversão e fazer disso uma profissão.

Evoluções

Em tempos mais antigos e muito mais analógicos, os jogos não poderiam fugir da prática do “tête-à-tête”. Um jogo de tabuleiro ou um confronto esportivo eram feitos frente a frente, fosse numa mesa ou num campo batido, com os eventuais vencedor e perdedor olhando um nos olhos do outro durante todo o embate em questão.

Hoje, este aspecto mais pessoal dos jogos permanece vivo principalmente por conta dos jogos de tabuleiro. Estes compõem uma lista de clássicos de gerações antigas e atuais e têm como estandartes títulos como War e Banco Imobiliário, trazidos ao Brasil pela empresa Estrela a partir da década de 1940, com versões adaptadas para o mercado nacional. Desde então, os jogos de tabuleiro têm ficado cada vez mais complexos e também mais famosos, uma vez que franquias renomadas como Game of Thrones ganharam versões de sua história neste formato.

Existem também aqueles jogos que um dia foram acessíveis somente de modo presencial, forçando seus jogadores a ir até um espaço propício para a prática do jogo em questão. No entanto, atualmente isso já não se faz mais necessário, pois graças à internet o acesso a diversas oportunidades se expandiu e foi facilitado. O mundo dos cassinos é um exemplo dos ramos que viveram essa revolução de maneira bem intensa, uma vez que essa indústria foi uma das primeiras a adotar as evoluções que o ambiente de negócios online trouxe para o mundo. A evolução levou à criação de jogos de cassino propícios para inovações tecnológicas, sendo um deles o videopôquer, uma adaptação fidedigna do pôquer que é jogado nas mesas físicas mundo afora, cujas regras e melhores plataformas para jogo podem ser encontradas no website Casinos.pt. Assim como no pôquer, o formato do jogo em vídeo leva o jogador a buscar a melhor combinação entre cartas disponibilizadas à mesa para conseguir mais pontos e, assim, aumentar o valor de suas apostas.

Do outro lado, temos os jogos que já nasceram em ambiente online e que eventualmente chegaram às prateleiras das lojas físicas em outros formatos. Além dos jogos de browser que eram febre principalmente na década de 2000, quando a internet estava ainda chegando a boa parte das casas brasileiras, os jogos de celular como Angry Birds, desenvolvido pela Rovio Entertainment, e Subway Surfers – que foi resultado da colaboração entre as companhias dinamarquesas Kiloo e SYBO Games –geraram bilhões de dólares aos seus desenvolvedores e distribuidores. Angry Birds foi ainda além ao se tornar um ícone fora das telas dos smartphones, virando fonte de inspiração para produtos como miniaturas, cadernos e até dois filmes animados em Hollywood.

Em um processo intermediário, estão os videogames. Até a década de 2000, antes do advento da internet, a única maneira de arranjar embates nos consoles de jogos era conectando um segundo controle ao aparelho em questão. Mas hoje em dia os grandes jogos como Call of Duty, Titanfall e até os inspirados em Star Wars já não contam mais com o multiplayer “offline” e nem com o modo de campanha em jogador único, que era vital para atrair jogadores aos referidos jogos. Agora, é tudo feito online.

Mais avanços à vista

Os videogames têm tomado passos muito além do imaginado com a nova geração de consoles, que chegará aos mercados mundiais no fim deste ano. Sony e Microsoft lançarão como versão “acessível” dos seus consoles Playstation e Xbox Series, respectivamente, linhas que não contam com leitores de disco. Logo, o acesso de jogos nestas plataformas será feito de maneira completamente online, realizando a partir da internet o download dos jogos que o cliente quer acessar.

Fonte: Unsplash
Fonte: Unsplash

Jogos de celular também têm evoluído bastante, ainda mais com a introdução de novos grandes “players” no mercado, como a Riot Games. A produtora de League of Legends, que antes se focava inteiramente no jogo para PCs, tem hoje nas lojas de aplicativos os jogos Legends of Runeterra, inspirado no jogo de cartas Hearthstone, e Teamfight Tactics, um jogo de estratégia que lança mão dos “campeões” de LoL. Em breve, a Riot lançará oficialmenteLeague of Legends: Wild Rift, uma versão para celulares do jogo de desktop que faz a fama da empresa desde a década passada.

Até os jogos de tabuleiro têm sido revolucionados. A popularização das videoconferências permite agora que os famigerados jogos de role-playing, mais conhecidos como RPG, sejam jogados entre jogadores que estão a milhares de quilômetros de distância um do outro. Assim, as antigas salas de chat que antes eram a solução para os mestres de jogo dão lugar hoje em dia a alternativas como Zoom e Skype.

No núcleo disso tudo, está a presença marcante dos jogos em nossas vidas. Uma influência que dificilmente diminuirá ao longo dos próximos anos, uma vez que o divertimento é parte indelével da natureza humana e, portanto, sempre bem-vindo!




Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: