Topo

Pandemia: Saiba como ficam os direitos dos turistas com viagem marcada

Comente

O turismo acabou se tornando a área econômica que mais foi afetada em função da pandemia do novo coronavírus. Muitos países já passaram pela fase mais complicada da pandemia, enquanto que alguns seguem enfrentando altos números de infectados. Mas as movimentações turísticas seguem bastante prejudicadas.

E uma das principais dúvidas das pessoas que compraram viagens antes do período da pandemia é o que elas podem fazer caso não possam se movimentar pelo local de destino ou simplesmente não queiram correr o risco de se infectar. 

Pandemia: Saiba como ficam os direitos dos turistas com viagem marcada

Confira o que pode ser feito para resolver este tipo de problema:

Acordo

Veja também:

Antes de mais nada, é recomendado que o passageiro que se sentir prejudicado, de alguma forma, tente entrar em um acordo com a companhia aérea ou a empresa de turismo que vendeu o pacote. A recomendação da grande maioria das instituições de proteção ao consumidor é justamente tentar um acordo com seus clientes, evitando ações judiciais. 

Adiamento das viagens

Muitas empresas estão oferecendo a opção de se adiar a viagem para o futuro, com data que pode ser definida em um determinado prazo. Essa acaba sendo uma das opções mais interessantes para ambos os lados, pois não desonera a empresa e o consumidor não sai completamente no prejuízo. 

Procure os órgãos de proteção

A pandemia conta com uma série de particularidades, mas os órgãos de proteção ao consumidor ainda seguem funcionando. Por isso, caso o cliente acaba se sentindo prejudicado em relação a um possível acordo, é fundamental que ele procure os órgãos competentes, como o Procon. E entidade poderá passar uma série de orientações para saber o que as pessoas podem fazer para resolver os problemas. 

Cuidados com os seguros

Caso as pessoas queiram seguir com as viagens durante a pandemia, existem alguns detalhes que precisam ser considerados. Por exemplo, quando as pessoas contratam seguros, existem determinadas cláusulas que acabam excluindo a cobertura, tais como pandemias, epidemias ou endemias. Por isso, é preciso entrar em contato com a seguradora para saber o que pode ser feito nesta situação. 
 




Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: