Topo

Conheça algumas divindades egípcias bizarras

Comente

O antigo Egito conta com uma das mitologias mais conhecidas do mundo. As histórias que eram contadas naquela época acabaram influenciando diversas outras mitologias e estão presentes, nos dias de hoje, nas mais variadas ficções. Alguns dos deuses do Egito são bastante conhecidos, tais como Rá (deus Sol), Ísis (deusa da fertilidade), Osíris (deus da ressurreição), Hórus (filho de Osíris e rei dos vivos) e Anúbis (deus da morte).

Mas existem algumas criaturas bizarras que também podem ser encontradas na mitologia egípcia. Confira algumas:

Ammit

Essa era uma criatura que, como diversas dentro da mitologia eigipcia, conta com metade do corpo de um animal e a outra metade de outro animal. Neste caso, ele conta com uma cabeça de crocodilo, a parte dianteira de um leão e ainda a traseira de um hipopótamo. Ela aparecia sempre ao lado de Anúbis, o Rei dos Mortos, ou sob a balança de Osíris.

Babi

Veja também:

Uma outra criatura, que em determinados registros aparece como Baba, que tinha como principal finalidade ocupar-se das almas dos defuntos que eram condenados por Anúbis. Ela tinha a forma de um babuíno que ficava feroz e devorava as entranhas das pessoas malvadas quando elas passavam para o outro plano. Além disso, ele contava com um falo enorme — permanentemente ereto — que servia de mastro para a embarcação que levava as almas dos justos a Aaru, o paraíso dos egípcios.

Am-heh

Mais uma divindade que tinha como principal ocupação receber as pessoas depois que elas morriam. Ele era retratado como um homem que tinha uma cabeça de cachorro. Ele vivia em um lago de fogo que podia ser controlado por Atum, o pai de todos os deuses. O nome dessa divindade pode ser traduzida como “devorador de milhões”.

Mafdet

Conheça algumas divindades egípcias bizarras

Essa era uma divindade que aparecia nos registros como uma mulher que possuía uma cabeça de felino e tranças que terminavam com caudas de escorpiões. Ela aparecia constantemente como uma espécie de protetora, que ficava sempre nos quartos dos faraós e que ajudava essas pessoas a se manter longe dos animais venenosos.

Shezmu

Esta divindade era citada como deus dos óleos e perfumes que eram utilizados no processo de mumificação, mas também era descrita como uma divindade demoníaca das execuções, dos sacrifícios, do sangue e também do vinho. Ele aparecia como uma criatura que tinha como tarefa destruir malfeitores e cortar cabeças.




Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: