Topo

Confira algumas modas bizarras da Era Vitoriana

Comente

A Era Vitoriana é considerada como um período bastante turbulento e que provocou uma série de mudanças na sociedade. O período é reconhecido pelos historiadores com aquele que se encaixa entre os anos de 1837 e 1901 e no qual a Inglaterra, que era a principal potência economiza e militar da época, era governada pela Rainha Vitória.

A época foi registrada das mais variadas formas, o que permite com que, nos dias de hoje, tenhamos uma boa ideia de como funcionava a sociedade daquela época. Algumas coisas que eram comuns realmente podem ser consideradas de revirar o estomago nos dias de hoje.

Confira algumas modas bizarras da Era Vitoriana

Confira alguns hábitos de moda bizarros desta época:

Pigmento fatal

Veja também:

Essa foi uma época em que os humanos descobriram diferentes formas de pigmentar tecidos e objetos. Mas nem sempre a criação de tintas era considerado como algo saudável. Muito pelo contrário. Um determinado pigmento da cor verde, que foi chamado de Paris Green, foi responsável por matar muitas pessoas que produziam o produto. Mesmo assim, os mais ricos da sociedade encomendavam produtos com essa cor. 

Decoração de insetos

Um outro hábito que acabou se tornando bastante recorrente durante a era vitoriana era utilizar determinadas partes de insetos como decoração de tecidos, panos e roupas. Um exemplo foi um vestido que foi encontrado e que se utilizava de asas de besouro.

Acessórios feitos de cabelo

Parece que até mesmo partes de outros seres humanos eram utilizados para produzir determinados tipos de objetos que se tornaram famosos na Era Vitoriana. Peças feitas com cabelos eram consideradas comuns e um tipo de acessório que geralmente era utilizado pelas pessoas que estavam de luto. Mas, com o tempo, a moda se tornou mais popular e até mesmo quem não estava de luto utilizava os tais prendedores. 

Passarinhos empalhados em chapéus

Pare ser uma história retirada diretamente de um vilão de contos de fadas. Mas realmente pessoas utilizavam, durante a Era Vitoriana, chapéus que tinham não apenas penas, mas pássaros inteiros. Eles eram empalhados, mantendo o seu formato original, e colocados no topo do chapéu. A quantidade de pessoas que queriam um acessório como este era tamanha em determinadas épocas que os pássaros começaram a diminuir nas regiões onde eles eram fabricados. 




Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: