Topo

Riscos na gravidez: Conheça (e evite) os produtos de beleza não recomendáveis no período

5.00 / 5 - 1
Comente

Quando uma mulher engravida alguns cuidados com a alimentação, medicação e até mesmo produtos de beleza tornam-se necessários. Isso é importante para que tanto a sua saúde quanto a do bebê sejam preservadas.

No que tange aos produtos de beleza, no entanto, muitas mulheres acabam ficando em dúvida sobre o que pode e o que não pode usar, por isso, a seguir apresentamos alguns dos itens que devem ser evitados nessa vertente. Veja!

Riscos na gravidez: Conheça (e evite) os produtos de beleza não recomendáveis no período

produtos-beleza-nao-recomendados-gravidez

Produtos com chumbo, cânfora e ureia

A Anvisa proíbe o uso de três substâncias durante a gestação, sendo elas a ureia, a cânfora e o chumbo. De acordo com estudos, elas são extremamente prejudiciais à formação do bebê.

O problema é que tais substâncias estão presentes na maioria dos hidratantes e cremes. Então, a partir de agora fique atenta à composição de seus produtos de beleza.

Intervenções cirúrgicas

Intervenções cirúrgicas com fins estéticos tais como plástica e lipoaspiração, em nenhuma hipótese podem ser realizadas em uma gestante. Existem riscos desse tipo de cirurgia provocar um aborto.

Tratamento para pele

Produtos para tratamento de pele tais como clareadores, cremes e loções de limpeza profunda, tratamentos anti-idade e aqueles com ácido, devem ser evitados por gestantes.

Esses produtos são absorvidos pelas mães e podem acabar contaminando o feto por meio da corrente sanguínea, causando eventualmente uma série de problemas.

Contudo, tenha cuidado com a pele e evite a exposição solar, usando sempre protetor solar, já que este sim, na maioria das vezes é recomendado durante a gravidez.

Leia também:

Cosméticos com álcool

Especialistas recomendam que as gestantes evitem o uso de produtos que possuem álcool em suas respectivas composições. Ele se faz presente, por exemplo, em demaquilantes, perfumes, desodorantes e loções adstringentes.

Clareamento dental

Durante a gestação nenhum procedimento de clareamento dental pode ser procedido, seja ele a laser ou químico. Isso porque as gengivas sensíveis tornam a mulher mais propensa a inflamações e infecções bucais.

Gel redutor

Durante a gravidez não é recomendável que a mulher use gel redutores de medidas. Isso porque tal produto pode provocar uma irritação na pele e aquecer o local, alterando consequentemente a pressão arterial da mulher.

Tintura, relaxamento e alisamento capilar

Ainda não foi possível comprovar se a absorção da tintura do cabelo pode ou não ser prejudicial ao bebê. Por via das dúvidas, no entanto, é melhor evitar o uso de tinturas permanentes. O mesmo vale para os alisamentos e relaxamentos capilares.

No caso de uma gravidez planejada, prepare-se com antecedência e aprenda a fazer penteados que possam disfarçar a raiz. E pra quem tem o costume de alisar o cabelo, o mais indicado é recorrer ao secador e à chapinha durante a gravidez.

Anticaspa e antiparasitários

Os produtos que combatem piolhos e caspas também não devem ser usados durante a gravidez. Isso porque o cetocanazol, que é uma substancia que toda gestante deve evitar, geralmente está presente na composição desse tipo de produto.


Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: