Topo

Quer aprender mais sobre como acabar com a ressaca? Veja mitos e verdades

Comente

Seja no Carnaval ou mesmo naquele final de semana um pouco mais “badalado”, muita gente acaba exagerando um pouco no consumo do álcool, o que eventualmente pode ocasionar a temida ressaca. C

Entre os sintomas mais comuns do problema estão a dor de cabeça, as náuseas, a sensibilidade à luz e ruídos e sede excessiva, sendo que em alguns casos mais graves o indivíduo pode sofrer também com vômito, diarreia e letargia. De modo geral, os sintomas estão relacionados à desidratação que o álcool proporciona.

Agora, a boa notícia é que conhecendo um pouco mais sobre a questão, é totalmente possível prevenir e até amenizar os efeitos da ressaca. Sabendo disso, portanto, vamos colocar a seguir uma lista de mitos e verdades que tende a esclarecer muitos pontos relativos ao problema. Veja!

Os mitos e verdades mais comuns sobre a ressaca

ressaca-como-resolver

A ressaca é mais comum em mulheres que em homens

Verdade – A mulher possui uma resistência menor ao álcool se comparada aos homens e ainda sofre mais com a ressaca.

Especialistas ressaltam que o metabolismo de pessoas do sexo feminino é naturalmente mais lento do que o do masculino, além do quê, o fígado da mulher também tende a ser mais sensível. É em consequência disso que os efeitos do álcool são em tese bem mais fortes nas mulheres.

Azeite antes da bebida ajuda prevenir a ressaca

Mito – reza a lenda que quando uma colher de azeite antes da bebida ajuda a deixar o estômago com uma camada de capaz de reduzir a absorção do álcool, mas isso não passa de um mito.

Especialistas afirmam, aliás, que além de não contribuir com a prevenção da ressaca, o azeite ingerido antes da bebida pode resultar até em enjoos mais fortes. Por outro lado, comer bem antes de começar a beber é uma boa estratégia.

Fumar pode fortalecer o efeito do álcool

Verdade – combinar cigarro e álcool não é algo muito sensato a se fazer, uma vez que a fumaça do cigarro vai para os pulmões e atrapalha a absorção de oxigênio. Dessa forma todo o organismo é afetado e principalmente o fígado, pelo que, pessoas que fumam e bebem sofrem mais com os sintomas da ressaca.

Tomar café amargo ajuda na recuperação da ressaca

Mito – essa é uma mentira amplamente difundida no meio daqueles que curtem uma bebida alcoólica. A lenda diz que tomar café forte sem açúcar ajuda na recuperação, mas na prática isso não faz muito sentido.

O melhor nesse caso seria consumir a bebida com açúcar, uma vez que a glicose pode ajudar a quebrar o álcool presente no sangue, acelerando assim o processo de desintoxicação.

Leia também:

Consumir alimentos gordurosos no dia seguinte atrapalha na recuperação?

Verdade – quando uma pessoa está de ressaca, seu fígado está sobrecarregado tentando metabolizar o álcool que ainda está no corpo, por isso é importante evitar o consumo de comidas gordurosas, já que isso poderia sobrecarregar ainda mais o fígado.

Por essa razão o indicado é consumir alimentos leves e de fácil digestão, pois isso ajuda a amenizar o efeito do álcool. Além disso, é sempre bom ingerir alimentos também antes e/ou durante a bebedeira.

A ressaca do vinho é mais intensa do que da cerveja

Verdade – o vinho tinto possui tanino, que é um polifenol que causa dores de cabeça em algumas pessoas, especialmente quando somado à desidratação que o álcool proporciona. Com isso, a dor de cabeça da ressaca de vinho pode ser bem maior. Vale dizer ainda que os licores maltados e uísques também possuem a substância.

Comer massa antes de dormir diminui a ressaca

Mito – ingerir qualquer tipo de alimento após o consumo excessivo de álcool não resultará em nenhum efeito benéfico, ao invés disso, só aumentará o enjoo.

Como dito antes, a pessoa deve se alimentar antes ou durante o consumo do álcool. Além disso, o mais indicado mesmo antes de consumir bebidas alcoólicas é ingerir carne vermelha e não massas.

O melhor para ressaca é a água

Verdade – a melhor forma de tratar a ressaca é manter o corpo hidratado, por isso a água é absolutamente indispensável. O ideal na hora de beber, portanto, é intercalar um copo de água a cada dois copos de bebidas alcoólicas.

Outra dica também é usar água de coco ou suco de fruta natural, que além de hidratar podem ajudar o corpo a digerir melhor o álcool. Vale dizer ainda, que bebidas alcoólicas não devem ser combinadas com energéticos, pois estes são diuréticos e podem por isso aumentar a desidratação do corpo.


Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: