Topo

Gene 'da obesidade' descoberto pode mudar rumo da indústria do emagrecimento

Comente

Dentre os problemas relacionados à saúde, um dos que mais têm chamado a atenção das autoridades ao longo dos últimos anos é o da obesidade, que vem assolando cada vez mais a população, incidindo, inclusive, sobre indivíduos de faixas etárias relativamente menores.

Leia também:

Diante das terríveis estatísticas, inúmeros grupos de estudos passaram a surgir em torno do problema com o objetivo de encontrar uma solução que pudesse contornar a situação, proporcionando, assim, um emagrecimento saudável aos indivíduos. Graças ao grande esforço de pessoas engajadas com esse objetivo, uma luz no fim do túnel parece ter surgido recentemente, um novo gene da obesidade descoberto poderá mudar o rumo da chamada indústria do emagrecimento.

Gene ‘da obesidade’ descoberto pode mudar rumo da indústria do emagrecimento

descoberto-gene-da-obesidade

Fazem mais de sete anos que são realizadas inúmeras pesquisas e estudos com o objetivo de trabalhar com fatores relacionados a um gene que em, tese, teria ligação com a obesidade, todo esse período, porém, acabou não se traduzindo em nenhum fruto efetivo no controle e combate à obesidade. O grande motivo, seria o fato de os estudiosos estarem, aparentemente, concentrando seus esforços no gene errado.

Um brasileiro radicado nos Estados Unidos propôs uma nova pesquisa que acabou revelando mutações no gene tradicionalmente chamado de “gorducho”, que é na verdade o FTO. De acordo com as informações, o gene que acreditava-se possuir grande ligação com a obesidade, revelou-se um elemento capaz de impactar a produção de proteína em outro gene que fica a uma longa distância deste no genoma, o IRX3.

Diante desse fato, especialistas passaram a acreditar que, apesar de distantes, as mutações do FTO  funcionam como um interruptor de atividade para o IRX3. Em linhas gerais, esse novo rumo das pesquisas podem mudar totalmente o rumo da indústria do emagrecimento no médio prazo.




Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: