Topo

7 dicas para minimizar os sintomas de uma infecção urinária

Comente

A infecção do trato urinário, popularmente conhecida como "infecção urinária", é muito comum. Trata-se de um problema que ocorre mais em mulheres que nos homens e de modo geral existem quatro tipos de infecção no trato urinário. São eles a cistite, que é a infecção na bexiga, uretrite, que é a infecção na uretra, pielonefrite, que é a infecção nos rins e a infecção nos ureteres.

Ao sentir os primeiros sintomas, que são dor e urgência ao urinar, é importante procurar ajuda médica, principalmente quando há várias infecções em um curto período de tempo. Vale ressaltar que nada substitui o tratamento para infecção urinária, que deve ser feito com antibióticos indicados pelo médico. De todo modo, em caso de incômodo, os sintomas podem ser amenizados até o momento da consulta. A seguir algumas dicas.

Dicas para amenizar os sintomas da infecção urinária

7 dicas para minimizar os sintomas de uma infecção urinária

Beba bastante água

Beber muita água é importante ao organismo, e para quem está com uma infecção do trato urinário é essencial. Isso porque ao ingerir muita água, aumenta-se a produção de urina, uma forma de se livrar rapidamente dos sintomas, o que seria como se estivéssemos lavando a bexiga mais vezes e eliminando resíduos desnecessários ou prejudiciais.

Vá ao banheiro sempre que tiver vontade

Veja também:

Com o aumento da ingestão de água e líquidos no geral, o corpo produz mais urina, o que causa um aumento na frequência de idas ao banheiro. Quando se deixa a urina parada na bexiga por muito tempo, aumentam-se as chances de infecção, e isso pode ser causado pela pouca frequência na ida ao banheiro, por uma alteração anatômica ou problema de próstata que não permite a pessoa esvaziar a bexiga.

Suco de cranberry

O cranberry é uma fruta original da América do Norte. O fruto, vermelho e bastante ácido, pode ser usado para consumo direto ou na culinária, mas no Brasil é mais comum encontrá-lo como suco. De acordo com estudos, o uso do suco ou extrato à base dessa fruta age diminuindo a recorrência da infecção urinária.

Até o momento não se tem conhecimento do mecanismo de ação, porém, o resultado é que pessoas que usam a fruta têm menos episódios de infecção urinária, ou apresentam sintomas mais leves. O cranberry é rico em proantocianidina, substância que foi vista nos estudos e que é 15 a 25 vezes mais potente do que a vitamina E para inibir a aderência de bactérias do tipo E.coli na mucosa da bexiga, combatendo as infecções do trato urinário.

Utilize os probióticos

Procure consumir alimentos que possuem bactérias benéficas ao organismo, como iogurtes e leite fermentado. Bactérias como os Lactobacillus, Streptococcus e Bifidobactérias ajudam a sustentar um equilíbrio saudável de micro-organismos no intestino, vagina e no corpo em geral.

Vitamina C

Frutas como kiwi e laranja são ricas em vitamina C. A vitamina C, ou Ácido Ascórbico, ajuda a diminuir o crescimento bacteriano. Porém, em grandes quantidades ela também pode fazer mal ao organismo. De acordo com pesquisas, o excesso de vitamina C, pode favorecer o aparecimento de cálculos renais, uma vez que a vitamina não é eliminada pelo sistema renal.

Corte alimentos prejudiciais

Alimentos ricos em cafeína, tais como o café, chás, chocolates e refrigerantes, devem ser evitados por pessoas com infecção urinária. Isso porque a cafeína pode causar um pouco de irritação na bexiga e aumentar os sintomas. Já as bebidas alcoólicas podem causar desidratação, além de interferir no tratamento com os antibióticos, comprometendo o seu efeito, por isso, não devem ser ingeridas durante o tratamento.

Alivie a dor

Uma ótima forma de aliviar a dor é usando compressas quentes. Isso porque o calor local age como anti-inflamatório aliviando os sintomas irritativos e dolorosos causados pela infecção.

Faça banhos de assento

Até o momento não existe um consenso sobre a eficácia dos banhos de assento para ajudar no tratamento ou prevenir as infecções urinárias. Entretanto, os banhos de assento atuam sobre a circulação sanguínea e o metabolismo, auxiliando no regulamento da temperatura corporal, aliviando a dor e podendo ser usado em qualquer idade. Vale dizer que, é necessário prestar atenção na temperatura dos banhos de assento para evitar queimaduras na região.




Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: