Topo

Aprenda conservar alimentos no verão e evite equívocos - veja as dicas

Comente

Quando chega o verão, a tendência é que todos acabem optando pelo consumo de alimentos mais leves e refrescantes, o que quando é feito com responsabilidade é algo totalmente válido.

A má notícia, no entanto, é que infelizmente é nessa época do ano também que aumenta o índice de risco de intoxicação alimentar, já que as bactérias costumam se proliferar com maior facilidade em tempos de altas temperaturas.

Dito isso, o melhor a fazer é armazenar corretamente os alimentos a fim de prevenir eventuais problemas e manter todos os nutrientes dos mesmos. Diante das circunstâncias então, decidimos apresentar algumas dicas importantes para quem deseja minimizar as chances de erro nesse sentido. Confira!

Não entre em fria: veja como conservar alimentos no verão

Começar pela geladeira

Começar pela geladeira

Para conservar melhor os alimentos, é bom começar abaixando a temperatura da geladeira para 5° C ou a do freezer para -18°C (para outros eletrodomésticos, o melhor é baixar para a menor temperatura que o aparelho tiver).

Outra dica é limpar bem os alimentos antes de levá-los à geladeira e não se esquecer de descartar os alimentos já vencidos. Dessa forma o refrigerador tende a ganhar mais espaço e conservar melhor os alimentos.

Se programar para fazer as compras

Se programar para fazer as compras

Na hora de fazer as compras no supermercado, é bom deixar por último os itens refrigerados e congelados, se possível colocando-os em uma sacola térmica ou cooler para transportar até em casa. Isso evita a mudança brusca na temperatura do alimento.

Para quem não dispõe das opções térmicas para transportar o alimento, o melhor é sair do supermercado e ir direto para casa, dessa forma minimiza-se um pouco o prejuízo na temperatura dos alimentos.

Leia também:

Adquirir um cooler

Adquirir um cooler

Mesmo com a alternativa mencionada no tópico anterior, um cooler costuma ser item indispensável em casa. Ele pode ser útil, por exemplo, para conservar alimentos no decorrer de viagens longas de carro, ou mesmo em piqueniques e passeios em praias.

Além de deixar os alimentos na temperatura ideal, o item tende a reduzir os riscos de contaminação. Uma dica extra é evitar encher por completo o compartimento para completar o conteúdo com gelo.

Descongelar a geladeira

Descongelar a geladeira

Para evitar a proliferação de bactérias, o melhor a fazer é descongelar os alimentos dentro da geladeira. Ao fazer isso, a tendência é que o descongelamento seja uniforme e o alimento não seja infectado com bactérias. Essa mesma dica vale para alimentos que serão marinados.

Separar as carnes

Separar as carnes

As carnes vermelhas e frangos normalmente soltam líquidos com microrganismos que podem contaminar os demais alimentos na geladeira. Por isso o ideal é que as carnes fiquem separadas dos demais alimentos.

O que fazer com as sobras?

O que fazer com as sobras?

Os restos de alimento após as refeições, também precisam seguir algumas regras de armazenamento. A sobra que ficou parada na mesa por mais de duas horas, por exemplo, deve ser descartada para evitar riscos.

Já nos casos de carnes que ficaram na churrasqueira o tempo todo e alimentos que não ficaram expostos por mais de duas horas, a dica é armazená-los na geladeira e consumir em no máximo dois dias.

Vale dizer que itens como carnes e aves cozidas e carboidratos como arroz e pães, podem suportar melhor as grandes temperaturas, enquanto folhas, maioneses, peixes e frutas, são mais delicadas e devem ser descartadas após cada refeição.




Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: