Topo

Bandas brasileiras que foram ouvidas por poucos mas que todo fã de rock deveria conhecer

3.50 / 5 - 2
Comente

O Rock In Rio está acontecendo no Brasil nessa semana, mas, será que o brasileiro conhece mesmo tudo sobre o gênero musical? E bandas de rock nacional de qualidade, você consegue enumerar pelo menos 5?

Pois bem, para muitos brasileiros a resposta a essa última pergunta seria não, afinal, de fato são poucas grandes bandas que ganharam destaque no mundo da fama fazendo rock de qualidade, certo?

O fato, porém, é que nem só de bandas ruins foi feito o rock no Brasil. E para comprovar isso apresentamos a seguir uma lista de grupos que se não ganharam o destaque que mereciam, ao menos souberam brindar os fãs com um bom rock’n roll.

Confira e veja se já tinha ouvido falar em algumas dessas bandas

A Bolha

https://www.youtube.com/watch?v=NEQ-6vwv1VQ

Essa banda surgiu na época em que era febre a criação de banda com nomes em inglês, seguindo a tendência popularizada pelos Beatles e Rolling Stones. Diante disso, “A Bolha” começou como “The Bubble”, o que serviu como apoio para artistas consagrados, como Erasmo Carlos e Gal Costa.

Entre os anos de 1965 e 70, a banda trabalhava com músicas covers enquanto aprimorava a técnica e a musicalidade.

A partir do momento em que bandas com nome em português começaram a fazer sucesso, o grupo se tornou referência com uma boa formação que incluía Arnaldo Brandão na voz e baixo e Renato Ladeira na voz, guitarra e órgão.

Leia também:

Equipe Mercado

https://www.youtube.com/watch?v=6ucloFD-7ls

A banda Equipe Mercado tinha um estilo bem experimental, mas mesmo assim fazia música de qualidade, como por exemplo as malucas “Mary K no Esgoto das Maravilhas” e “Marina Belair”, que não chegaram a ser registradas em disco.

Entre 1969 e 71, a banda carioca formada por Diana, Stul, Leugruber, Ricardo Ginsburg, Carlos Graça e Ronaldo Periassu, conseguiu passar e fazer sucesso nas primeiras edições de festivais em TVs. Um dos singles famosos do grupo é o “Periscópios de Mil Novecentos e Quarenta e Quinze”.

Módulo 1000

https://www.youtube.com/watch?v=X9p-LRaqBqc

A banda Módulo 1000 é hoje cultuada como uma das bandas mais importantes do rock progressivo no país. A banda aqueceu clubes cariocas entre os anos de 1969 e 1973, assimilando influências do hard-rock e da música psicodélica.

O disco Não Fale com Paredes” até hoje é peça valiosa em sebos e entre os clássicos hits da banda estão “Turpe Est Sine Crine Caput” e “Metrô Mental”.

Som Imaginário

https://www.youtube.com/watch?v=f-Zh-af1FIs

A banda Som Imaginário, foi formada por Wagner Tiso, Robertinho Silva e Zé Rodrix. Ela surgiu em 1970 para acompanhar Milton Nascimento em uma turnê, mas como teve boa repercussão, chegou a lançar discos solos que são influentes até hoje, como o homônimo de 1970, que possuía a essência do rock progressivo.

Bacamarte

https://www.youtube.com/watch?v=lTG25LdQAMY

A banda Bacamarte teve o disco “Depois do Fim” como disco de estreia e foi considerado pela comunidade Prog Archives um dos melhores discos de prog-rock de todos os tempos.

Liderada por Jane Duboc na voz e Mario Neto no violão e guitarra, a banda gravou este disco em 1977, mas encontraram dificuldades para lançá-lo, uma vez que não havia a facilidade de divulgação independente dos dias de hoje.

Pin-Ups

https://www.youtube.com/watch?v=JHpIvz1RD5A

A banda Pin-Ups foi formada em 1988 em Santo André, São Paulo, sendo uma das mais celebradas bandas do rock alternativo nacional. Seguindo a mesma linha que The Jesus & Mary Chain e Sonic Youth, eles deixaram de buscar referências em fontes gringas e lançaram seis discos ao todo.

Entre os destaques vale mencionar “Time Will Burn” e o afiado “Scrabby”, que contou com a produção de João Gordo, da Ratos de Porão.

Second Come

https://www.youtube.com/watch?v=TTeFofI5ef8

A banda Second Come, surgiu em 1989, mas a partir de outra banda, esta chamada Eterno Grito. Assim como a anterior, a Second Come foi efêmera, mas seu álbum, “You”, mantém-se como uma pérola do lo-fi nacional, tendo inclusive conquistado destaque em uma época em que as rádios tinham preconceitos quanto ao tipo de som.

Os componentes da banda eram Fábio Leopoldino nas guitarras, Francisco Kraus no baixo, Dalton Vianna na bateria e Fernando Kamache na guitarra. Eles eram tão bem entrosados que conseguiram gravar “You” em apenas 72 horas.


Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: