Topo

Não compre colchão sem ver estas dicas para a compra perfeita!

Comente

Para que tenha uma boa noite de sono, é interessante ter um colchão onde você se sente confortável. Encontrar o colchão ideal poderá não ser algo muito fácil, já que cada pessoa conta com uma preferência diversificada.

É importante porém, compreender o que significa cada palavra das descrições do produto, e ainda o testar.

Não compre colchão sem ver estas dicas para a compra perfeita!

Os colchões de mola versus colchões de espuma

A primeira coisa que deve ser levada em conta é que existem dois tipos de estruturas, os colchões de mola e colchões de espuma. Este último é mais indicado para solteiros que geralmente dormem sozinhos ou ainda parceiros com altura ou com pesos parecidos, colchões de mola são perfeitos para um mesmo biotipo.

Veja também:

Este tipo de recomendação existe pois enquanto a espuma conta com uma densidade fixa, podendo afundar mais ou menos conforme o peso da pessoa, as molas possuem uma resistência progressiva, e conseguem ainda equilibrar melhor os pesos diferentes.

Os tipos de colchões de molas

Saiba que nem todos os colchões de molas são iguais, e para atender muitas necessidades dos clientes, as molas poderão ser arranjadas de diversas formas. Os modelos encontrados no mercado são de molas bonnel prolastic, prolastic light, molas pocket ou ensacadas individualmente, molas de fio contínuo e entrelaçado, molas miracoil, molas lfk, molas superlastic, molas verticoil, entre outras.

Os tipos de colchões de espumas

A espuma que preenche o colchão poderá ter uma certa variedade, entre elas podemos citar:

A espuma viscoelástica, desenvolvida pela nasa, espuma viscoelástica em gel, látex, espuma high resilience, espuma soft e hiper soft, espuma convencional.

A densidade

Sempre que falamos de resistência e adaptação do colchão ao seu peso, precisamos lembrar que tudo é relacionado a sua densidade. Quanto maior a densidade do colchão, maior será a firmeza e a sustentação do produto, ele irá aguentar um peso maior, e afunda menos com o peso acomodado sobre ele.

Os valores de densidade são obtidos por um cálculo de quantidade de matéria prima utilizada por metro quadrado de espuma, variando de D18 até D56.

Esta é uma indicação feita pelo INMETRO que aponta que não há problema em escolher uma densidade maior do que a indicada, mas nunca é indicado escolher uma densidade menor.




Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: