Topo

Conheça os principais tipos de peelings para pele oleosa

Comente

A pele oleosa é uma característica bastante comum tanto entre homens quanto também entre mulheres. Em ambos os casos, a quantidade excessiva de óleo fabricada pela pele acaba ajudando a manter ela sempre hidratada e consegue retardar os sinais da idade. Por outro lado, acaba sendo uma verdadeira fábrica de cravos e espinhas.

Dentre todos os tratamentos disponíveis para este tipo de problema, os peelings são os mais recomendados e que acabam tendo mais efetividade não apenas para tratar o problema quanto também para tratar também suas consequências. De uma forma geral, os peelings têm função seborreguladora, que deixa a pele menos oleosa, e provocam uma renovação celular que contrai os poros e reduz as glândulas sebáceas. Menores, os poros oxidam menos, formando uma menor quantidade de cravos abertos.

Confira alguns dos principais tipos de peelings disponíveis no mercado:

Conheça os principais tipos de peelings para pele oleosa

Ácido salicílico

Veja também:

Este pode ser considerado como o tipo de peeling mais indicado para pele oleosa, e que acaba tendo o resultado mais efetivo para todos os problemas que são provenientes da quantidade excessiva de óleo no rosto. Ele também é considerado bastante eficiente na amenização de marcas e cicatrizes de acne.

Ácido retinoico

O efeito imediato que este tipo de peeling acaba tendo na pele é afinar a camada na qual ele é aplicado. Isso torna ele bastante efetivo na hora de tratar e resolver problemas como os cravos e também a acne de grau 1. Mas justamente por deixar a pele mais fina, é preciso ter muito cuidado com o pós, especialmente em relação a utilização de filtro solar ao ficar na rua.

Ácido glicólico

Este outro tipo de peeling acaba tendo um efeito muito parecido com o tratamento anterior, deixando a pele mais fina. Por conta disso, acaba sendo bastante efetivo para retirar manchas de acne e também cicatrizes de uma forma geral. Este também é um procedimento que precisa ser feito somente em clinicas, em função do perigo.

Jessner

Este tratamento geralmente é feito com uma mistura entre ácido salicílico, ácido lático e resorcina. De uma forma geral, este procedimento acaba tendo diversas funções, tais como controlar a oleosidade, deixar a pele mais fina e também evita r proliferação das bactérias que acabam dando origem a acne. Além de deixar a pele brilhando, este tipo de peeling também é interessante especialmente para preparar a pele para aplicação do chamado ácido retinoico.




Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: