Topo

Top 5: Dicas para criação e melhor utilização do cartão de visitas

Comente

Um cartão de visita desempenha papel mais importante do que a maioria das pessoas pode observar. É ele, geralmente, o responsável pelo primeiro contato do prospecto com o serviço ou produto que será fornecido posteriormente, assim sendo, todo cuidado em relação aos detalhes é indispensável, visto que, naturalmente, nenhum profissional ou empresa deseja fornecer ao possível cliente uma má impressão.

Sabendo da importância do cartão de visitas, o próximo passo é saber quais são os detalhes que devem ser observados e quais as maneiras de gerar networking se utilizando desse artifício já indispensável no mundo dos negócios na atualidade, e é exatamente sobre isso que tratamos nesse artigo.

Veja as dicas para criação de um bom cartão de visitas

dicas-para-melhor-utilizacao-cartao-visita

Tamanhos dos cartões de visitas

Geralmente a dimensão padrão de um cartão de visitas fica em torno de 9 x 5 centímetros, entretanto isso não é regra, o que vale mesmo é utilizar o bom senso para evitar que o cartão não fique grande de mais para o prospecto, a ponto de dificultar o manuseio e também evitar que fique muito pequeno a ponto de se tornar difícil sua leitura. Vale ressaltar que é importante não preencher com escritas toda a extensão do mesmo, respeitando as margens e espaços e inserindo somente as informações fundamentais, a fim de não tornar pesado o visual do cartão.

Fontes e suas disposições no cartão de visitas

Nesse momento o mais importante é tomar cuidado quanto às fontes escolhidas, evitando mesclar várias fontes no mesmo modelo de cartão, sendo que o ideal é utilizar, no máximo, duas fontes distintas, destacando títulos importantes com tamanhos maiores e informações secundárias com letras menores, sempre levando em consideração um tamanho aceitável, tendo em vista que pessoas com problemas visuais poderão também ser possíveis clientes e não deverão ser privados da leitura do cartão. Uma dica importante, ainda sobre as fontes, é não utilizá-las muito finas, inserindo, sempre que possível, um “negrito” nas mesmas, principalmente quando impressas em cores escuras. Isso evitará, em alguns casos, que as letras fiquem ilegíveis após a impressão.

Papel e acabamento

Em relação ao papel, tudo depende do objetivo do cartão mas, de modo geral, para aqueles que pretendem reduzir ao máximo as margens de erro, o papel couchê é a pedida, visto que não absorve tanta tinta como outros mais nobres, como por exemplo, o vergê. Dependendo da proposta de abordagem, existe ainda a possibilidade de se fazer cartões utilizando papel ainda menos nobre que os já citados, como por exemplo, o papel supremo.

Quanto ao acabamento, é importante, sempre que possível, optar por cartão com cor única em frente e verso, a fim de evitar que, no momento de embalar, o montante uma cor se sobreponha a outra, causando manchas indesejadas. Em casos em que realmente se faz necessário cartão de dupla cor, a dica é solicitar o acabamento vernizado.

Dicas para melhor utilização de um cartão de visitas

Criar vínculos pessoais profissionais

Os vínculos, tanto pessoais, quanto profissionais, possuem importante papel em uma carreira bem sucedida, e a tendência é que aliar esses dois princípios possa se traduzir em resultados ainda mais promissores e, para fazer isso, o primeiro passo é realmente se importar com as pessoas que possam contribuir com o crescimento, não apenas financeiro, mas também intelectual, pessoal e profissional. Para criar vínculos duradouros, vale se preocupar com o que realmente interessa ao outro e, periodicamente, enviar novidades ou mesmo tocar nesses assuntos, criando, assim, verdadeiros vínculos de amizade com pessoas que, posteriormente, serão clientes fiéis.

Participar frequentemente de eventos

A velha máxima de que quem não é visto não é lembrado não vale somente para as empresas, os profissionais que desejam se destacar em suas carreiras precisam fazer mais que trocar cartões de visitas, mas precisam, frequentemente, estar envolvidos em eventos nos quais possam encontrar seus potenciais clientes e ter tempo para tratar sobre os mais diversos assuntos com eles, sendo importante, nesse período, mencionar o mínimo possível sobre suas atividades, reservando a maior parte desse tempo apenas para ouvir, como amigo, os anseios e projetos dos clientes. Isso gerará maior empatia e, consequentemente, significativa melhora nos resultados em network.




Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: