Topo

Lugares que foram usados como cenário de "Game of Thrones" e todo fã devia conhecer

Comente

Desde sua estreia, em 2011, a série Game of Thrones tem conquistado uma legião de fãs ao redor do mundo. O que nem todos sabem, no entanto, é que muitos dos lugares usados como cenário na obra, existem na vida real, e alguns até podem ser visitados por turistas.

Aproveitando que estamos às vésperas da estreia da 6ª temporada da série, portanto, resolvemos listar a seguir alguns destes lugares emblemáticos que serviram como pano de fundo para a trama fantástica. Confira!

Lugares reais que serviram de cenário para Game of Thrones

Malta

Malta Game of Thrones

O país europeu abrigou algumas importantes locações usadas em Game of Thrones. A Ilha de Gozo, por exemplo, foi cenário do casamento de Khal Drogo com Daenerys Targaryen, a Khaleesi. O lugar se destaca por suas singulares formações rochosas.

Outro lugar que serviu de cenário foi Mdina, ex-capital do país. As emblemáticas construções que a cidade abriga, foram representadas na série como parte da cidade central de Westeros.

Foi, por exemplo, em uma construção do século XVII, chamada de Fort Manoel, que Eddard Stark [alerta de spoiler] foi morto diante do povo por ordem do Rei Joffrey, no penúltimo episódio da primeira temporada.

Espanha

Espanha Game of Thrones

E as locações europeias não se resumiram à Malta. A Espanha também emprestou algumas de suas belezas à produção da série. Sevilla e Osasuna, por exemplo, foram duas das cidades escolhidas para a gravação de cenas da obra.

Assim, o Castelo de Alcázar se tornou casa do príncipe Oberyn e a Plaza dos Toros de Osuna virou a arena de Daznak, tudo na quarta temporada. Se você é fã de Game of Thrones, portanto, pode valer a pena incluir estes lugares no roteiro em sua próxima viagem para a Espanha, concorda?

Escócia

Escócia Game of Thrones

Lembra de como o rei Robert foi recebido em Winterfell no episódio piloto da série? Pois é, as cenas daquele episódio foram gravadas na Escócia, no famoso e imponete Doune Castle. A emblemática construção também já foi útil como cenário em outras ocasiões, como no filme “Em Busca do Cálice Sagrado”, dos anos 70.

Leia também:

Marrocos

Marrocos Game of Thrones

Outro país que emprestou parte de suas belezas à produção de Game of Thrones foi o Marrocos. A histórica cidade de Aït-Ben-Haddou, por exemplo, foi retratada na série como região de Yunkai, por onde a Khaleesi Daenerys passa durante sua peregrinação. Outra região que serviu como locação no Marrocos, foi Essaoiura, que na série foi representada como Astapor.

Croácia

Croácia Game of Thrones

E a Croácia foi outro país europeu que serviu aos propósitos visuais da série. Por lá, foram pelo menos três grandes locações que serviram como cenário para a produção: Ilha Lorkum, Dubrovnik e Split. A primeira foi vista na obra como a cidade de Qarth, que com suas águas azuis, ganha espaço no coração de qualquer um.

A segunda, Dubrovnik, é considerada um Patrimônio da Humanidade pela Unesco, e foi o cenário de batalhas sangrentas, com suas muralhas medievais que certamente merecem a visita de todo fã da saga “GoT”. E por fim, a região de Split foi a que ganhou destaque nas cenas com a Fortaleza de Klis e passagens do palácio Dioclesiano.

A boa notícia, é que hoje há muitas agências de turismo que oferecem passeios pelas locações usadas na série no decorrer da segunda e quarta temporada. O preço para passear pelos lugares que serviram de cenário, pode custar entre R$ 213 e R$ 1.050. Vale ou não vale a pena?

Irlanda do Norte

Irlanda Game of Thrones

Responsável por abrigar a locação de Westeros e palco de cenas emblemáticas, a Irlanda do Norte também serviu muito bem aos propósitos visuais de Game of Thrones. Não estamos falando aqui, é claro, do país inteiro, mas regiões como Belfast e o Parque Nacional Florestal de Tollymore, são sem dúvida dois pontos icônicos para a série.

Além disso, o Castelo Ward é visto na série como a casa dos Stark e o Porto de Ballintoy como as Ilhas de Ferro. Não obstante, há ainda o corredor formado por árvores centenárias que dão acesso a Gracehill House. Em Game of Thrones, esse trecho faz parte de Kingsroad.

Islândia

Islândia Game of Thrones

Na Islândia, os visitantes também podem se deparar com alguns dos lugares que serviram de locação para Game of Thrones. O Lago Myvatn, a geleira Myrdalsjokull e o vulcão Hverfjall, por exemplo, são algumas das opções usadas como lugares além das muralhas de Westeros na série.

É lá que fica também, a caverna com água quentinha de Reykjahlíð, onde Jon Snow tem lá o seu encontro romântico, por assim dizer, com Ygritte. Se você é fã de temperaturas negativas, pode ser uma boa conhecer a região e de quebra passear pelos cenários da série. Que tal?


Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: