Topo

Oscar 2015 é marcado por piada polêmica e discursos politizados - Veja

4.00 / 5 - 2
Comente

Alguns dos grandes ganhadores do Oscar foram “Birdman” como o Melhor Filme, “Julianne Moore” como Melhor Atriz, “Eddie Redmayne” como Melhor Ator e “Alejandro González Iñárritu” o Melhor Diretor (também por Birdman).

Mas engana-se quem pensa que os prêmios foram os únicos destaques na grande noite de premiação. Um dos fatos que chamaram a atenção, por exemplo, foi uma polêmica piada que acabou dando o que falar nas redes sociais, rendendo inclusive acusações de xenofobia e preconceitos.

Outro dos destaques do Oscar foi os emocionantes discursos com temas de causas sociais. A seguir você confere uma retrospectiva dos melhores e piores momentos do evento. Veja!

Oscar 2015 é marcado por piada polêmica e discursos politizados – Veja uma retrospectiva

Sean Penn

oscar-sean-penn

Penn se tornou a pessoa mais comentada na noite do Oscar, e muitas pessoas o apontaram como preconceituoso. Na hora de proclamar a escolha de “Birdman” ao prêmio, ele disse algo como: “quem deu um green card a este filho da mãe?” A declaração foi uma referência ao diretor do filme, Alejandro Gonzáles Iñárritu, que é mexicano.

O green card é uma permissão que os imigrantes recebem para se tornarem cidadãos americanos, e diante disso, muitas pessoas viram o comentário como algo preconceituoso e xenofóbico.

Iñárritu aproveitou a oportunidade em seu discurso para falar sobre seus conterrâneos. “Eu quero dedicar este prêmio aos meus companheiros mexicanos, que vivem no México. Eu rezo para que nós encontremos e possamos construir um governo que merecemos. Os que vivem neste país, que são parte da última geração de imigrantes, eu apenas rezo para que possam ser tratados com a mesma dignidade e respeito que aqueles que vieram antes e construíram esta incrível nação imigrante”, disse.

Leia também:

Graham Moore

oscar-graham-moore

Deixando a polêmica de lado, Graham Moore fez um discurso emocionante ao receber o prêmio de Melhor Roteiro Adaptado pela obra “O Jogo da Imitação”. Ele aproveitou o momento para desabafar e incentivar pessoas que sofrem com bullying.

“Quando eu tinha 16 anos, eu tentei me matar e agora eu estou aqui. Eu gostaria que esse momento fosse para uma criança por aí, que sente que não se encaixa em nenhum lugar. Você se encaixa! Continue estranha. Continue diferente, e quando for a sua vez e você estiver neste palco, por favor, passe a mesma mensagem adiante”, afirmou.

Na obra que rendeu o Oscar a Moore, Alan Turing ajuda a colocar um fim na Segunda Guerra Mundial, construindo uma máquina que serviria de base para os computadores. Apesar de tudo, ele acaba sofrendo bullying por ser gay em um tempo em que amar uma pessoa do mesmo sexo era extremamente proibido em diversos países.

Patricia Arquette

oscar-patricia-arquette

Patricia Arquette, que ganhou o Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante, também acabou fazendo um discurso emocionante, fazendo inclusive declarações sobre os direitos femininos. Ela foi aplaudida por artistas como Jennifer Lopez e Meryl Streep.

Julianne Moore

oscar-julianne-moore

A atriz Julianne Moore foi mais uma que fez um discurso emocionante na noite do Oscar. Em parte de suas declarações ela falou sobre o mal de Alzheimer, que foi temática do filme que lhe rendeu a premiação. Ela ganhou o prêmio como Melhor Atriz ao interpretar uma mulher com mal de Alzheimer no filme Para Sempre Alice. Depois de ser indicada em outras ocasiões, a atriz enfim conseguiu a estatueta.

Eddie Redmayne

oscar-eddie-redmayne

O ator Eddie Redmayne sem duvida nenhuma mereceu o premio de Melhor Ator por sua atuação no filme “A Teoria de Tudo”. Ele chamou a atenção em seu discurso para a doença esclerose lateral, já que no filme ele interpreta o físico Stephen Hawking, que é uma das vítimas da doença.


Comentários (0) Postar um Comentário

Nenhum comentário encontrado. Seja o primeiro!

Oi, Bem-vindo!

Acesse agora, navegue e crie sua listas de favoritos.

Entrar com facebook Criar uma conta gratuita 
Já tem uma conta? Acesse agora: